Decoração engajada

Décor Solidário se prepara para atuar no Morro das Pedras, em BH, com uma proposta inédita e mais atuante

Projeto chega à sexta edição com o objetivo de reformar as sedes da História Em Construção e do Morro Verde, com o trabalho de arquitetos, engenheiros, designers e paisagistas voluntários, além de doações de empresas do segmento

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
postado em 25/06/2019 07:00 / atualizado em 24/06/2019 20:14 Joana Gontijo /Lugar Certo
Oficina de macramê  - Alessandra Mitre/Divulgação Oficina de macramê

Estar em um lugar agradável alegra qualquer um. Quando o espaço ganha personalidade e faz com que o usuário se identifique com ele, a experiência certamente é de bem-estar. É o sentido de estar pertencido. Atualmente, a casa tem novos contornos, a decoração se torna cada vez mais acessível e a diferença se faz nos pormenores. Mais do que isso, o design de interiores já é encarado como ferramenta transformadora, que, ao tirar a impessoalidade dos ambientes, é capaz de favorecer a autoestima das pessoas, deixá-las felizes, tranquilas e dispostas, na medida em que estimula o convívio e a interação. Diante de uma rotina tão intensa, renovar o meio em que se vive, muito além da estética, influencia na própria saúde, como um ato verdadeiro de cuidado e afeto.

Em sua sexta edição, o Décor Solidário aposta nas boas ações. O projeto acredita que um trabalho bem executado, que deixe os cômodos funcionais, práticos e bem arrumados, melhora o dia a dia, assim desfrutado com mais prazer. Desde 2014, a iniciativa reúne arquitetos, designers, paisagistas, engenheiros e empresas, marcas e prestadores de serviço parceiros para revitalizar, de forma gratuita, instituições que estejam precisando de apoio. Com um time de peso, já modificou um lar de idosas, um abrigo para crianças em condição de risco, uma entidade que recebe mulheres em situação de violência doméstica, um centro cultural para senhoras e uma entidade voltada para o acolhimento de crianças com Síndrome de Down. Agora, aporta no Morro das Pedras, comunidade carente em Belo Horizonte, com uma proposta mais atuante e uma marca de ineditismo.

Em 2019, o projeto, que se destaca pela capacidade de reinvenção e por conseguir atender necessidades de segmentos distintos, chega às sedes da História Em Construção e do Morro Verde, que passarão por uma repaginada completa. A História Em Construção é uma associação cultural e artística na Vila das Antenas, e encabeça uma série de atividades culturais e profissionalizantes. O Morro Verde, por sua vez, é um espaço concebido e mantido pelos moradores da região, com foco no cultivo de ervas e hortaliças, que tem até uma criação com 300 tilápias. Tudo é vendido para os residentes da comunidade a valores simbólicos - uma iniciativa incrível que encheu de admiração os profissionais do Décor Solidário.

Oficina ministrada pelo designer de interiores Filipe Bastos e a fotógrafa Anna Valentina, com bate-papo sobre orgulho LGBT   - Alessandra Mitre/Divulgação Oficina ministrada pelo designer de interiores Filipe Bastos e a fotógrafa Anna Valentina, com bate-papo sobre orgulho LGBT

A reforma é realizada com o trabalho solidário de voluntários e, para ser viabilizada, precisa muito da doação de materiais. Nessa fase que antecede as obras, a equipe do projeto convoca empresas do ramo para participar com a disponibilização de itens necessários para começar a intervenção. Por enquanto, uma demanda central é conseguir 15 sacos de cimento, 2 metros cúbicos de areia e 1 metro cúbico de brita tipo 1. Quem se dispuser a ajudar, pode entrar em contato com o grupo do Décor Solidário. A obra terá início ainda nesse mês e a entrega de tudo novinho está prevista para o fim de julho.

Nesse ano, a ideia vai além de simplesmente reorganizar os ambientes. "Ao longo dos anos, com o Décor Solidário, fomos percebendo que poderíamos dar às pessoas contempladas muito mais que uma reforma. Entendemos que era preciso se envolver ainda mais e levar conhecimento, de modo que os espaços revitalizados por nós sejam ainda mais bem utilizados", explica a designer de interiores Fabiana Visacro, coordenadora do Décor Solidário.

Oficina de origami comandada pela artista Camilla Bof - Ana Horta/Divulgação Oficina de origami comandada pela artista Camilla Bof

Desde abril, acontece uma série de oficinas que antecedem a reformulação dos espaços propriamente dita. "Estamos promovendo na comunidade oficinas com temas diversos, para ampliar as possibilidades profissionais dos jovens que frequentam a História em Construção e o Morro Verde. São oficinas de temas variados, tais como horta em casa, pintura de louça, pintura profissionalizante, economia criativa, marketing digital, entre outras", cita Fabiana.

A designer de interiores Fabiana Visacro coordena o projeto - Ana Horta/Divulgação A designer de interiores Fabiana Visacro coordena o projeto

Outro diferencial desta edição é a conexão entre comunidade e entorno. "Queremos que as pessoas que vivem perto da comunidade olhem para ela. Por isso, iremos nos dedicar a buscar doações em lojas localizadas na região, na Raja Gabaglia e na Barão Homem de Melo, por exemplo", adianta a designer de interiores.

Entre para esse time solidário! Ajude a transformar vidas! Quem deseja colaborar com o Décor Solidário pode entrar em contato com Fabiana Visacro pelo telefone (31) 9.8315-2797. Participe!

Últimas Notícias

ver todas
08 de julho de 2019
02 de julho de 2019

No Lugar Certo você encontra o que procura