Locação

Preço médio do aluguel de escritórios em Belo Horizonte permanece em queda

Segundo dados da plataforma SiiLA Brasil, os valores em queda acompanharam a força de absorção de escritórios na capital mineira

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
postado em 03/11/2020 13:04 / atualizado em 03/11/2020 14:44 Jéssica Mayara*


Pixabay

De acordo com dados divulgados pela SiiLA Brasil, plataforma de pesquisas imobiliárias, o valor dos imóveis destinados à locação de escritórios em Belo Horizonte sofreu queda de R$ 5,98, e isso desde junho de 2019. Atualmente, o preço médio é de R$ 64,88 por metro quadrado. 

Essa redução reflete um mercado movimentado de novas locações – ao todo, 7.414 de absorção bruta –, que não foi capaz de superar o volume de devoluções, causando a chamada absorção líquida, que corresponde ao saldo entre entradas e saídas, negativa.  

Neste cenário, a capital mineira tem cerca de 322.999m² de escritórios, todos eles divididos entre as regiões Belvedere, Cachoeirinha, Centro, Cidade Jardim, Cruzeiro, Funcionários, Lourdes e Savassi. Essa última, por exemplo, sofreu vacância – área vazia – de 23,62%. 

Quanto à ocupação atual desses imóveis, Giancarlo Nicastro, CEO da SiiLA Brasil, afirma que é de forma “bem-pulverizada”. Ou seja, há uma variedade de ramos intensa. 

“No ranking de setores que mais ocupam área, o primeiro lugar é das empresas com atuação no setor de Mineração, Metalurgia e Siderurgia, responsáveis por 14,35% de toda a área locada da cidade. O segundo lugar é ocupado por empresas do setor financeiro (12,75%), seguidos pelas do setor de Serviço (12,22%)”, explica. 

*Estagiária sob a supervisão da editora Teresa Caram 

Tags: imóveis locação aluguel escritórios siila

Últimas Notícias

ver todas
10 de novembro de 2020
03 de novembro de 2020