10 Lojas para alugar no Jardim, Santo André - SP

Refinar busca
10 Resultados encontrados
Colonia Consultoria de Imóveis Ltda
Loja para alugar em Av. Dom Pedro II, Jardim, Santo André, SP valor de R$ 18.000,00 no Lugar Certo  30

Loja
Av. Dom Pedro II, Jardim, Santo André, SP

Excelente ponto comercial localizado em um ponto estratégico do bairro Jardim com fácil acesso ao Parque Celso Daniel, Tendall Grill, Domino´s Pizza, hospitais, mercados, farmácias e muito mais. Imóvel possuindo aproximadamente 836m² de terreno com as dimensões aproximadas de 21,11 x 25 x 9 x 12 x 20 x 13 x 9 x 23, 253m² de área construída, composto por 4 salas, 1 salão, ar condicionados, 5 banheiros e 5 vagas de garagem no recuo. Não perca essa oportunidade e agende a sua visita!!! ¿É justamente a possibilidade de realizar um sonho que torna a vida interessante¿ Paulo Coelho.<br><br>Origem e resgate histórico Criado em 1925, o Jardim é um dos bairros mais antigos e tradicionais de Santo André. O território surgiu com o objetivo de atrair a parcela com maior nível de escolaridade na época, como funcionários graduados das fábricas e empresas nos arredores, como Black & Decker, Rhodia, Armco e Nordon, por exemplo. Além disso, o bairro Jardim foi uma das primeiras configurações de planejamento urbano da cidade. As informações são citadas na obra de Ademir Medici, "Migração, Urbanismo e Cidadania: a história de Santo André contada por seus personagens". Como surgiu o nome? O bairro foi parcialmente inspirado no conceito urbanístico de Ebenezer Howard, no caso, o criador do termo Cidade Jardim (Garden City), do final do século 19. A ideia de Howard, basicamente, consiste em estabelecer núcleos urbanos e residências em meio à natureza, com qualidade de vida e próximos à região central da cidade. Dessa forma, justifica-se a escolha da denominação "Jardim" para o bairro de Santo André, pois foi inspirado nesse conceito. Primeiros moradores e habitação Os primeiros moradores da localidade, como citado anteriormente, eram funcionários das fábricas com alto grau de escolaridade, além de suas famílias. As áreas loteadas traziam residências ocupadas por engenheiros técnicos e supervisores de empresas como Black & Decker e Rhodia, dentre os quais alguns estrangeiros. Além do bairro Jardim, Utinga e Campestre eram denominadas como "habitação burguesa" pela própria empresa responsável pela comercialização dos lotes. Os dados constam no livro de Medici. E das recordações do bairro, a obra ainda relata as antigas festas juninas que integravam as pessoas nas ruas "calmas e tranquilas", conforme depoimento de alguns moradores. Loteamentos no bairro Nos anos 20, os loteadores, no caso a Família Pujol - que viabilizou outros loteamentos de bairros em Santo André -, buscou oferecer planejamento urbano para os futuros moradores. A população acompanhou o surgimento da avenida Industrial, que abrigaria essas fábricas e ainda hoje representa uma das vias mais importantes da cidade. Dados atuais O bairro Jardim tem população estimada em mais de 8.405 habitantes. Desse total, 3.937 correspondem aos homens e 4.467...<br><br> *** Vide referências em www.colonia.com.br/referencias/bairros


Colonia Consultoria de Imóveis Ltda
Loja para alugar em R. das Figueiras, Jardim, Santo André, SP valor de R$ 13.000,00 no Lugar Certo  21

Loja
R. das Figueiras, Jardim, Santo André, SP

Excelente imóvel em uma localização comercial impecável no bairro Jardim possuindo aproximadamente 400m² de área útil e com um pé direito váriavel, aproximadamente 5 salas e 3 banheiros. Oportunidade única, agende sua visita!!! ¿Poucos aceitam o fardo da própria vitória; a maioria desiste dos sonhos quando eles se tornam possíveis¿ Paulo Coelho.<br><br>Origem e resgate histórico Criado em 1925, o Jardim é um dos bairros mais antigos e tradicionais de Santo André. O território surgiu com o objetivo de atrair a parcela com maior nível de escolaridade na época, como funcionários graduados das fábricas e empresas nos arredores, como Black & Decker, Rhodia, Armco e Nordon, por exemplo. Além disso, o bairro Jardim foi uma das primeiras configurações de planejamento urbano da cidade. As informações são citadas na obra de Ademir Medici, "Migração, Urbanismo e Cidadania: a história de Santo André contada por seus personagens". Como surgiu o nome? O bairro foi parcialmente inspirado no conceito urbanístico de Ebenezer Howard, no caso, o criador do termo Cidade Jardim (Garden City), do final do século 19. A ideia de Howard, basicamente, consiste em estabelecer núcleos urbanos e residências em meio à natureza, com qualidade de vida e próximos à região central da cidade. Dessa forma, justifica-se a escolha da denominação "Jardim" para o bairro de Santo André, pois foi inspirado nesse conceito. Primeiros moradores e habitação Os primeiros moradores da localidade, como citado anteriormente, eram funcionários das fábricas com alto grau de escolaridade, além de suas famílias. As áreas loteadas traziam residências ocupadas por engenheiros técnicos e supervisores de empresas como Black & Decker e Rhodia, dentre os quais alguns estrangeiros. Além do bairro Jardim, Utinga e Campestre eram denominadas como "habitação burguesa" pela própria empresa responsável pela comercialização dos lotes. Os dados constam no livro de Medici. E das recordações do bairro, a obra ainda relata as antigas festas juninas que integravam as pessoas nas ruas "calmas e tranquilas", conforme depoimento de alguns moradores. Loteamentos no bairro Nos anos 20, os loteadores, no caso a Família Pujol - que viabilizou outros loteamentos de bairros em Santo André -, buscou oferecer planejamento urbano para os futuros moradores. A população acompanhou o surgimento da avenida Industrial, que abrigaria essas fábricas e ainda hoje representa uma das vias mais importantes da cidade. Dados atuais O bairro Jardim tem população estimada em mais de 8.405 habitantes. Desse total, 3.937 correspondem aos homens e 4.467 é o índice aproximado de mulheres residentes no bairro. As informações fazem parte do Anuário 2015 da Prefeitura de Santo André, e as informações são baseadas em dados de 2014. O bairro Jardim tem maior predominância de população idos...<br><br> *** Vide referências em www.colonia.com.br/referencias/bairros


Colonia Consultoria de Imóveis Ltda
Loja para alugar em Av. Padre Manuel da Nóbrega, Jardim, Santo André, SP valor de R$ 17.000,00 no Lugar Certo  30

Loja
Av. Padre Manuel da Nóbrega, Jardim, Santo André, SP

Excelente salão comercial no melhor do Bairro Jardim, localizado em via de grande fluxo de pedestres e veículos, travessa da Rua das Monções, paralela a Av. Dom Pedro II, com acesso para as principais vias da cidade. Imóvel composto por 429 m² de construção, 440m² de terreno com as dimensões de 11 x 40, aproximadamente 2,8m de pé direito, imóvel dividido por 02 pavimentos, sendo no pavimento térreo com um amplo salão, com vão livre, 03 banheiros, área para cozinha e na frente do imóvel possui um deck descoberto. Parte superior possui em torno de 6 salas que podem ser removidas, nos fundos possui quintal com edícula. Imóvel com ótimo acabamento e estrutura, com fácil adaptação comercial para qualquer tipo de comércio. Não perca essa oportunidade, agende a sua visita!!! ¿Quando você quer alguma coisa, todo o Universo conspira para que você realize seu desejo¿ Paulo Coelho.<br><br>Origem e resgate histórico Criado em 1925, o Jardim é um dos bairros mais antigos e tradicionais de Santo André. O território surgiu com o objetivo de atrair a parcela com maior nível de escolaridade na época, como funcionários graduados das fábricas e empresas nos arredores, como Black & Decker, Rhodia, Armco e Nordon, por exemplo. Além disso, o bairro Jardim foi uma das primeiras configurações de planejamento urbano da cidade. As informações são citadas na obra de Ademir Medici, "Migração, Urbanismo e Cidadania: a história de Santo André contada por seus personagens". Como surgiu o nome? O bairro foi parcialmente inspirado no conceito urbanístico de Ebenezer Howard, no caso, o criador do termo Cidade Jardim (Garden City), do final do século 19. A ideia de Howard, basicamente, consiste em estabelecer núcleos urbanos e residências em meio à natureza, com qualidade de vida e próximos à região central da cidade. Dessa forma, justifica-se a escolha da denominação "Jardim" para o bairro de Santo André, pois foi inspirado nesse conceito. Primeiros moradores e habitação Os primeiros moradores da localidade, como citado anteriormente, eram funcionários das fábricas com alto grau de escolaridade, além de suas famílias. As áreas loteadas traziam residências ocupadas por engenheiros técnicos e supervisores de empresas como Black & Decker e Rhodia, dentre os quais alguns estrangeiros. Além do bairro Jardim, Utinga e Campestre eram denominadas como "habitação burguesa" pela própria empresa responsável pela comercialização dos lotes. Os dados constam no livro de Medici. E das recordações do bairro, a obra ainda relata as antigas festas juninas que integravam as pessoas nas ruas "calmas e tranquilas", conforme depoimento de alguns moradores. Loteamentos no bairro Nos anos 20, os loteadores, no caso a Família Pujol - que viabilizou outros loteamentos de bairros em Santo André -, buscou oferecer planejamento urbano para os futur...<br><br> *** Vide referências em www.colonia.com.br/referencias/bairros



Colonia Consultoria de Imóveis Ltda
Loja para alugar em R. das Figueiras, Jardim, Santo André, SP valor de R$ 11.000,00 no Lugar Certo  14

Loja
R. das Figueiras, Jardim, Santo André, SP

Excelente Salão Comercial no bairro Jardim/ SA- com 220m² de área construida, aproximadamente 110m² de área livre no térreo, 02 wcs piso térreo, copa piso térreo, área de serviço nosfundos, mezanino com aproximadamente 99m² de área livre, 01 wc no mezanino e 04 vagas no recuo.<br><br>Origem e resgate histórico Criado em 1925, o Jardim é um dos bairros mais antigos e tradicionais de Santo André. O território surgiu com o objetivo de atrair a parcela com maior nível de escolaridade na época, como funcionários graduados das fábricas e empresas nos arredores, como Black & Decker, Rhodia, Armco e Nordon, por exemplo. Além disso, o bairro Jardim foi uma das primeiras configurações de planejamento urbano da cidade. As informações são citadas na obra de Ademir Medici, "Migração, Urbanismo e Cidadania: a história de Santo André contada por seus personagens". Como surgiu o nome? O bairro foi parcialmente inspirado no conceito urbanístico de Ebenezer Howard, no caso, o criador do termo Cidade Jardim (Garden City), do final do século 19. A ideia de Howard, basicamente, consiste em estabelecer núcleos urbanos e residências em meio à natureza, com qualidade de vida e próximos à região central da cidade. Dessa forma, justifica-se a escolha da denominação "Jardim" para o bairro de Santo André, pois foi inspirado nesse conceito. Primeiros moradores e habitação Os primeiros moradores da localidade, como citado anteriormente, eram funcionários das fábricas com alto grau de escolaridade, além de suas famílias. As áreas loteadas traziam residências ocupadas por engenheiros técnicos e supervisores de empresas como Black & Decker e Rhodia, dentre os quais alguns estrangeiros. Além do bairro Jardim, Utinga e Campestre eram denominadas como "habitação burguesa" pela própria empresa responsável pela comercialização dos lotes. Os dados constam no livro de Medici. E das recordações do bairro, a obra ainda relata as antigas festas juninas que integravam as pessoas nas ruas "calmas e tranquilas", conforme depoimento de alguns moradores. Loteamentos no bairro Nos anos 20, os loteadores, no caso a Família Pujol - que viabilizou outros loteamentos de bairros em Santo André -, buscou oferecer planejamento urbano para os futuros moradores. A população acompanhou o surgimento da avenida Industrial, que abrigaria essas fábricas e ainda hoje representa uma das vias mais importantes da cidade. Dados atuais O bairro Jardim tem população estimada em mais de 8.405 habitantes. Desse total, 3.937 correspondem aos homens e 4.467 é o índice aproximado de mulheres residentes no bairro. As informações fazem parte do Anuário 2015 da Prefeitura de Santo André, e as informações são baseadas em dados de 2014. O bairro Jardim tem maior predominância de população idosa, com mais de 1.753 habitantes com 60 anos ou mais. Na sequência, as fa...<br><br> *** Vide referências em www.colonia.com.br/referencias/bairros


Colonia Consultoria de Imóveis Ltda
Loja para alugar em R. das Paineiras, Jardim, Santo André, SP valor de R$ 3.300,00 no Lugar Certo  18

Loja
R. das Paineiras, Jardim, Santo André, SP

SALÃO COMERCIAL COM EXCELENTE LOCALIZAÇÃO, 2 BANHEIROS, 4 SALAS ESPAÇOSAS, AREA EXTERNA E 1 VAGA NA GARAGEM, AGENDE SUA VISITA !!!<br><br>Origem e resgate histórico Criado em 1925, o Jardim é um dos bairros mais antigos e tradicionais de Santo André. O território surgiu com o objetivo de atrair a parcela com maior nível de escolaridade na época, como funcionários graduados das fábricas e empresas nos arredores, como Black & Decker, Rhodia, Armco e Nordon, por exemplo. Além disso, o bairro Jardim foi uma das primeiras configurações de planejamento urbano da cidade. As informações são citadas na obra de Ademir Medici, "Migração, Urbanismo e Cidadania: a história de Santo André contada por seus personagens". Como surgiu o nome? O bairro foi parcialmente inspirado no conceito urbanístico de Ebenezer Howard, no caso, o criador do termo Cidade Jardim (Garden City), do final do século 19. A ideia de Howard, basicamente, consiste em estabelecer núcleos urbanos e residências em meio à natureza, com qualidade de vida e próximos à região central da cidade. Dessa forma, justifica-se a escolha da denominação "Jardim" para o bairro de Santo André, pois foi inspirado nesse conceito. Primeiros moradores e habitação Os primeiros moradores da localidade, como citado anteriormente, eram funcionários das fábricas com alto grau de escolaridade, além de suas famílias. As áreas loteadas traziam residências ocupadas por engenheiros técnicos e supervisores de empresas como Black & Decker e Rhodia, dentre os quais alguns estrangeiros. Além do bairro Jardim, Utinga e Campestre eram denominadas como "habitação burguesa" pela própria empresa responsável pela comercialização dos lotes. Os dados constam no livro de Medici. E das recordações do bairro, a obra ainda relata as antigas festas juninas que integravam as pessoas nas ruas "calmas e tranquilas", conforme depoimento de alguns moradores. Loteamentos no bairro Nos anos 20, os loteadores, no caso a Família Pujol - que viabilizou outros loteamentos de bairros em Santo André -, buscou oferecer planejamento urbano para os futuros moradores. A população acompanhou o surgimento da avenida Industrial, que abrigaria essas fábricas e ainda hoje representa uma das vias mais importantes da cidade. Dados atuais O bairro Jardim tem população estimada em mais de 8.405 habitantes. Desse total, 3.937 correspondem aos homens e 4.467 é o índice aproximado de mulheres residentes no bairro. As informações fazem parte do Anuário 2015 da Prefeitura de Santo André, e as informações são baseadas em dados de 2014. O bairro Jardim tem maior predominância de população idosa, com mais de 1.753 habitantes com 60 anos ou mais. Na sequência, as faixas etárias com maior índice populacional são as seguintes: " De 30 a 39 anos: 1.296 habitantes; " De 40 a 49 anos: 1.288 habitantes; ...<br><br> *** Vide referências em www.colonia.com.br/referencias/bairros


Colonia Consultoria de Imóveis Ltda
Loja para alugar em R. das Figueiras, Jardim, Santo André, SP valor de R$ 12.000,00 no Lugar Certo  13

Loja
R. das Figueiras, Jardim, Santo André, SP

Excelente Imóvel com ótima visibilidade e de grande movimento tanto de pedestres como de veículos. Amplo, com banheiros e cozinha, ideal para restaurantes,lanchonetes, bares e adaptável para outros fins comerciais. Imóvel possuindo 250m², não perca essa oportunidade, agende a sua visita!!! ¿Quando você quer alguma coisa, todo o Universo conspira para que você realize seu desejo¿ Paulo Coelho.<br><br>Origem e resgate histórico Criado em 1925, o Jardim é um dos bairros mais antigos e tradicionais de Santo André. O território surgiu com o objetivo de atrair a parcela com maior nível de escolaridade na época, como funcionários graduados das fábricas e empresas nos arredores, como Black & Decker, Rhodia, Armco e Nordon, por exemplo. Além disso, o bairro Jardim foi uma das primeiras configurações de planejamento urbano da cidade. As informações são citadas na obra de Ademir Medici, "Migração, Urbanismo e Cidadania: a história de Santo André contada por seus personagens". Como surgiu o nome? O bairro foi parcialmente inspirado no conceito urbanístico de Ebenezer Howard, no caso, o criador do termo Cidade Jardim (Garden City), do final do século 19. A ideia de Howard, basicamente, consiste em estabelecer núcleos urbanos e residências em meio à natureza, com qualidade de vida e próximos à região central da cidade. Dessa forma, justifica-se a escolha da denominação "Jardim" para o bairro de Santo André, pois foi inspirado nesse conceito. Primeiros moradores e habitação Os primeiros moradores da localidade, como citado anteriormente, eram funcionários das fábricas com alto grau de escolaridade, além de suas famílias. As áreas loteadas traziam residências ocupadas por engenheiros técnicos e supervisores de empresas como Black & Decker e Rhodia, dentre os quais alguns estrangeiros. Além do bairro Jardim, Utinga e Campestre eram denominadas como "habitação burguesa" pela própria empresa responsável pela comercialização dos lotes. Os dados constam no livro de Medici. E das recordações do bairro, a obra ainda relata as antigas festas juninas que integravam as pessoas nas ruas "calmas e tranquilas", conforme depoimento de alguns moradores. Loteamentos no bairro Nos anos 20, os loteadores, no caso a Família Pujol - que viabilizou outros loteamentos de bairros em Santo André -, buscou oferecer planejamento urbano para os futuros moradores. A população acompanhou o surgimento da avenida Industrial, que abrigaria essas fábricas e ainda hoje representa uma das vias mais importantes da cidade. Dados atuais O bairro Jardim tem população estimada em mais de 8.405 habitantes. Desse total, 3.937 correspondem aos homens e 4.467 é o índice aproximado de mulheres residentes no bairro. As informações fazem parte do Anuário 2015 da Prefeitura de Santo André, e as informações são baseadas em dados de 2014. O bairro...<br><br> *** Vide referências em www.colonia.com.br/referencias/bairros


Colonia Consultoria de Imóveis Ltda
Loja para alugar em Av. Padre Manuel da Nóbrega, Jardim, Santo André, SP valor de R$ 10.000,00 no Lugar Certo  30

Loja
Av. Padre Manuel da Nóbrega, Jardim, Santo André, SP

Excelente Casa Comercial no Bairro Jardim - 06 salas, recepção, sala de espera, 03 wcs, copa, edícula nos fundos com 3 salas e 02 wcs, 4 vagas no recuo. Localização privilegiada, possui 220m² de área construída!!!!<br><br>Origem e resgate histórico Criado em 1925, o Jardim é um dos bairros mais antigos e tradicionais de Santo André. O território surgiu com o objetivo de atrair a parcela com maior nível de escolaridade na época, como funcionários graduados das fábricas e empresas nos arredores, como Black & Decker, Rhodia, Armco e Nordon, por exemplo. Além disso, o bairro Jardim foi uma das primeiras configurações de planejamento urbano da cidade. As informações são citadas na obra de Ademir Medici, "Migração, Urbanismo e Cidadania: a história de Santo André contada por seus personagens". Como surgiu o nome? O bairro foi parcialmente inspirado no conceito urbanístico de Ebenezer Howard, no caso, o criador do termo Cidade Jardim (Garden City), do final do século 19. A ideia de Howard, basicamente, consiste em estabelecer núcleos urbanos e residências em meio à natureza, com qualidade de vida e próximos à região central da cidade. Dessa forma, justifica-se a escolha da denominação "Jardim" para o bairro de Santo André, pois foi inspirado nesse conceito. Primeiros moradores e habitação Os primeiros moradores da localidade, como citado anteriormente, eram funcionários das fábricas com alto grau de escolaridade, além de suas famílias. As áreas loteadas traziam residências ocupadas por engenheiros técnicos e supervisores de empresas como Black & Decker e Rhodia, dentre os quais alguns estrangeiros. Além do bairro Jardim, Utinga e Campestre eram denominadas como "habitação burguesa" pela própria empresa responsável pela comercialização dos lotes. Os dados constam no livro de Medici. E das recordações do bairro, a obra ainda relata as antigas festas juninas que integravam as pessoas nas ruas "calmas e tranquilas", conforme depoimento de alguns moradores. Loteamentos no bairro Nos anos 20, os loteadores, no caso a Família Pujol - que viabilizou outros loteamentos de bairros em Santo André -, buscou oferecer planejamento urbano para os futuros moradores. A população acompanhou o surgimento da avenida Industrial, que abrigaria essas fábricas e ainda hoje representa uma das vias mais importantes da cidade. Dados atuais O bairro Jardim tem população estimada em mais de 8.405 habitantes. Desse total, 3.937 correspondem aos homens e 4.467 é o índice aproximado de mulheres residentes no bairro. As informações fazem parte do Anuário 2015 da Prefeitura de Santo André, e as informações são baseadas em dados de 2014. O bairro Jardim tem maior predominância de população idosa, com mais de 1.753 habitantes com 60 anos ou mais. Na sequência, as faixas etárias com maior índice populacional são as seguintes: &...<br><br> *** Vide referências em www.colonia.com.br/referencias/bairros


Colonia Consultoria de Imóveis Ltda
Loja para alugar em Av. Padre Manuel da Nóbrega, Jardim, Santo André, SP valor de R$ 3.500,00 no Lugar Certo  16

Loja
Av. Padre Manuel da Nóbrega, Jardim, Santo André, SP

Excelente casa comercial com 142m², 5 salas, 1 cozinha, 2 WC e 2 vagas no recúo. Localização privilegiada próximo a restaurantes, comércio diversificado, padaria Brasileira, Shopping Plaza, Beauty hair, academias, clínicas, consultorias e muito mais. Venha Conferir! Ligue e Agende à sua visita. ¿Nossa maior fraqueza está em desistir. O caminho mais certo de vencer é tentar mais uma vez¿ ¿ Thomas Edison. <br><br>Origem e resgate histórico Criado em 1925, o Jardim é um dos bairros mais antigos e tradicionais de Santo André. O território surgiu com o objetivo de atrair a parcela com maior nível de escolaridade na época, como funcionários graduados das fábricas e empresas nos arredores, como Black & Decker, Rhodia, Armco e Nordon, por exemplo. Além disso, o bairro Jardim foi uma das primeiras configurações de planejamento urbano da cidade. As informações são citadas na obra de Ademir Medici, "Migração, Urbanismo e Cidadania: a história de Santo André contada por seus personagens". Como surgiu o nome? O bairro foi parcialmente inspirado no conceito urbanístico de Ebenezer Howard, no caso, o criador do termo Cidade Jardim (Garden City), do final do século 19. A ideia de Howard, basicamente, consiste em estabelecer núcleos urbanos e residências em meio à natureza, com qualidade de vida e próximos à região central da cidade. Dessa forma, justifica-se a escolha da denominação "Jardim" para o bairro de Santo André, pois foi inspirado nesse conceito. Primeiros moradores e habitação Os primeiros moradores da localidade, como citado anteriormente, eram funcionários das fábricas com alto grau de escolaridade, além de suas famílias. As áreas loteadas traziam residências ocupadas por engenheiros técnicos e supervisores de empresas como Black & Decker e Rhodia, dentre os quais alguns estrangeiros. Além do bairro Jardim, Utinga e Campestre eram denominadas como "habitação burguesa" pela própria empresa responsável pela comercialização dos lotes. Os dados constam no livro de Medici. E das recordações do bairro, a obra ainda relata as antigas festas juninas que integravam as pessoas nas ruas "calmas e tranquilas", conforme depoimento de alguns moradores. Loteamentos no bairro Nos anos 20, os loteadores, no caso a Família Pujol - que viabilizou outros loteamentos de bairros em Santo André -, buscou oferecer planejamento urbano para os futuros moradores. A população acompanhou o surgimento da avenida Industrial, que abrigaria essas fábricas e ainda hoje representa uma das vias mais importantes da cidade. Dados atuais O bairro Jardim tem população estimada em mais de 8.405 habitantes. Desse total, 3.937 correspondem aos homens e 4.467 é o índice aproximado de mulheres residentes no bairro. As informações fazem parte do Anuário 2015 da Prefeitura de Santo André, e as informações são baseadas em dados de 201...<br><br> *** Vide referências em www.colonia.com.br/referencias/bairros


Colonia Consultoria de Imóveis Ltda
Loja para alugar em R. das Figueiras, Jardim, Santo André, SP valor de R$ 16.000,00 no Lugar Certo

Loja
R. das Figueiras, Jardim, Santo André, SP

Excelente salão comercial com 250m² fino acabamento todo em porcelanato, no prédio possui 16 vagas . Vale a pena conhecer, agende sua visita!<br><br>Origem e resgate histórico Criado em 1925, o Jardim é um dos bairros mais antigos e tradicionais de Santo André. O território surgiu com o objetivo de atrair a parcela com maior nível de escolaridade na época, como funcionários graduados das fábricas e empresas nos arredores, como Black & Decker, Rhodia, Armco e Nordon, por exemplo. Além disso, o bairro Jardim foi uma das primeiras configurações de planejamento urbano da cidade. As informações são citadas na obra de Ademir Medici, "Migração, Urbanismo e Cidadania: a história de Santo André contada por seus personagens". Como surgiu o nome? O bairro foi parcialmente inspirado no conceito urbanístico de Ebenezer Howard, no caso, o criador do termo Cidade Jardim (Garden City), do final do século 19. A ideia de Howard, basicamente, consiste em estabelecer núcleos urbanos e residências em meio à natureza, com qualidade de vida e próximos à região central da cidade. Dessa forma, justifica-se a escolha da denominação "Jardim" para o bairro de Santo André, pois foi inspirado nesse conceito. Primeiros moradores e habitação Os primeiros moradores da localidade, como citado anteriormente, eram funcionários das fábricas com alto grau de escolaridade, além de suas famílias. As áreas loteadas traziam residências ocupadas por engenheiros técnicos e supervisores de empresas como Black & Decker e Rhodia, dentre os quais alguns estrangeiros. Além do bairro Jardim, Utinga e Campestre eram denominadas como "habitação burguesa" pela própria empresa responsável pela comercialização dos lotes. Os dados constam no livro de Medici. E das recordações do bairro, a obra ainda relata as antigas festas juninas que integravam as pessoas nas ruas "calmas e tranquilas", conforme depoimento de alguns moradores. Loteamentos no bairro Nos anos 20, os loteadores, no caso a Família Pujol - que viabilizou outros loteamentos de bairros em Santo André -, buscou oferecer planejamento urbano para os futuros moradores. A população acompanhou o surgimento da avenida Industrial, que abrigaria essas fábricas e ainda hoje representa uma das vias mais importantes da cidade. Dados atuais O bairro Jardim tem população estimada em mais de 8.405 habitantes. Desse total, 3.937 correspondem aos homens e 4.467 é o índice aproximado de mulheres residentes no bairro. As informações fazem parte do Anuário 2015 da Prefeitura de Santo André, e as informações são baseadas em dados de 2014. O bairro Jardim tem maior predominância de população idosa, com mais de 1.753 habitantes com 60 anos ou mais. Na sequência, as faixas etárias com maior índice populacional são as seguintes: " De 30 a 39 anos: 1.296 habitantes; " De 40 a 49 anos: 1.288 h...<br><br> *** Vide referências em www.colonia.com.br/referencias/bairros


Colonia Consultoria de Imóveis Ltda
Loja para alugar em Av. Industrial, Jardim, Santo André, SP valor de R$ 11.000,00 no Lugar Certo

Loja
Av. Industrial, Jardim, Santo André, SP

Ótimo Salão Comercial Centro/SA -com 427M² área útil, 03 salas grandes, 02 vestiários, 02 wc sociais. Excelente Localização próximo ao Shopping. Venha Conferir!!! <br><br>Origem e resgate histórico Criado em 1925, o Jardim é um dos bairros mais antigos e tradicionais de Santo André. O território surgiu com o objetivo de atrair a parcela com maior nível de escolaridade na época, como funcionários graduados das fábricas e empresas nos arredores, como Black & Decker, Rhodia, Armco e Nordon, por exemplo. Além disso, o bairro Jardim foi uma das primeiras configurações de planejamento urbano da cidade. As informações são citadas na obra de Ademir Medici, "Migração, Urbanismo e Cidadania: a história de Santo André contada por seus personagens". Como surgiu o nome? O bairro foi parcialmente inspirado no conceito urbanístico de Ebenezer Howard, no caso, o criador do termo Cidade Jardim (Garden City), do final do século 19. A ideia de Howard, basicamente, consiste em estabelecer núcleos urbanos e residências em meio à natureza, com qualidade de vida e próximos à região central da cidade. Dessa forma, justifica-se a escolha da denominação "Jardim" para o bairro de Santo André, pois foi inspirado nesse conceito. Primeiros moradores e habitação Os primeiros moradores da localidade, como citado anteriormente, eram funcionários das fábricas com alto grau de escolaridade, além de suas famílias. As áreas loteadas traziam residências ocupadas por engenheiros técnicos e supervisores de empresas como Black & Decker e Rhodia, dentre os quais alguns estrangeiros. Além do bairro Jardim, Utinga e Campestre eram denominadas como "habitação burguesa" pela própria empresa responsável pela comercialização dos lotes. Os dados constam no livro de Medici. E das recordações do bairro, a obra ainda relata as antigas festas juninas que integravam as pessoas nas ruas "calmas e tranquilas", conforme depoimento de alguns moradores. Loteamentos no bairro Nos anos 20, os loteadores, no caso a Família Pujol - que viabilizou outros loteamentos de bairros em Santo André -, buscou oferecer planejamento urbano para os futuros moradores. A população acompanhou o surgimento da avenida Industrial, que abrigaria essas fábricas e ainda hoje representa uma das vias mais importantes da cidade. Dados atuais O bairro Jardim tem população estimada em mais de 8.405 habitantes. Desse total, 3.937 correspondem aos homens e 4.467 é o índice aproximado de mulheres residentes no bairro. As informações fazem parte do Anuário 2015 da Prefeitura de Santo André, e as informações são baseadas em dados de 2014. O bairro Jardim tem maior predominância de população idosa, com mais de 1.753 habitantes com 60 anos ou mais. Na sequência, as faixas etárias com maior índice populacional são as seguintes: " De 30 a 39 anos: 1.296 habitantes; &q...<br><br> *** Vide referências em www.colonia.com.br/referencias/bairros