203 Casas para alugar em Santo André - SP

Refinar busca
203 Resultados encontrados
Rede Dreamcasa
Casa, 2 Quartos para alugar em 0, Vila Humaitá, Santo André, SP valor de R$ 1.200,00 no Lugar Certo  16

Fca Imobiliária / Fca Imóveis
Casa, 2 Quartos, 1 Vaga para alugar em Avenida Sapopemba, Jardim Utinga, Santo André, SP valor de R$ 1.200,00 no Lugar Certo  15

Rede Dreamcasa
Casa, 1 Quarto para alugar em 0, Parque Oratório, Santo André, SP valor de R$ 600,00 no Lugar Certo  7


Rede Dreamcasa
Casa, 2 Quartos para alugar em Avenida Valentim Magalhães, Vila Guaraciaba, Santo André, SP valor de R$ 1.400,00 no Lugar Certo  17

Rede Dreamcasa
Casa, 2 Quartos para alugar em 0, Campestre, Santo André, SP valor de R$ 2.150,00 no Lugar Certo  17

Rede Dreamcasa
Casa, 3 Quartos para alugar em Rua Chuí, Vila Pires, Santo André, SP valor de R$ 1.500,00 no Lugar Certo  30

Colonia Consultoria de Imóveis Ltda
Casa, 3 Quartos para alugar em Av. Atlântica, Vila Valparaíso, Santo André, SP valor de R$ 3.500,00 no Lugar Certo  8

Colonia Consultoria de Imóveis Ltda
Casa, 5 Quartos para alugar em R. Jaguará, Campestre, Santo André, SP valor de R$ 2.800,00 no Lugar Certo  22

Casa, 5 Quartos
R. Jaguará, Campestre, Santo André, SP

Excelente Imóvel Comercial Campestre/SA - 05 salas amplas, 04 wcs amplos, 01 bebedouro com 04 torneiras, possui vagas para 02 carros. Ótimo para berçario e escola infantil agende sua visita!!!! Obs; Aceita também locação para fins residenciais******<br><br>Origem e resgate histórico As primeiras origens do território que hoje compreende o bairro Campestre se localizam no início dos anos 20, do século passado. Lembrando que nessa época, a cidade fazia parte de São Caetano. O município de Santo André foi emancipado no final dos anos 30. A área que atualmente abriga o tradicional bairro Campestre era composta por terras pertencentes ao Nhonhô Maria, que se chamava Antonio Miguel Maria, segundo a obra de Ademir Medici, autor de "Migração, Urbanismo e Cidadania: a história de Santo André contada por seus personagens". Além disso, curiosamente, entre a população de Campestre havia um morador bastante popular na época, especialmente para quem vivia na região de São Caetano. No caso, se tratava do curandeiro Vicente Rodrigues Vieira. Sua propriedade atraída muitas pessoas interessada em seus atendimentos espirituais. Ele morreu nos anos 30, aos 52 anos. Como surgiu o nome? O nome do bairro se originou devido à presença de vegetação e mata que aos poucos deram espaço a loteamentos, em meio à arborização. Um dos intuitos dos primeiros habitantes e loteadores, de fato, eram criar um bairro repleto de casas do campo. Primeiros moradores e habitação Nessa época, a família Pujol realizava loteamentos em várias partes da cidade, inclusive no bairro Campestre. A premissa principal era estabelecer bairros nobres, voltados à camada da sociedade mais escolarizada na época. No período, os Pujol colocaram em prática um sistema de transporte eficaz para aqueles tempos, o bonde a vapor que ligava a região às estações ferroviárias. O objetivo era atrair populações interessadas em se estabelecer por lá. Loteamentos no bairro Ao longo dos anos, o local foi dividido em terrenos nos arredores do rio Tamanduateí. O bairro surgiu como um ponto de passagem de quem se destinava a ir a São Caetano, que juntamente com Santo André fazia parte de São Bernardo. A partir de 1925, data dos primeiros loteamentos, Campestre foi crescendo e se tornou uma das primeiras configurações do cenário urbano da cidade. Além dos loteamentos, surgiram as avenidas D.Pedro 2º e Industrial, um ponto marcante quanto às instalações de empresas na região, como a Black & Decker, como menciona Iberê Luiz di Tizio, em sua tese apresentada à Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da Universidade de São Paulo (USP). Dados atuais Anuário de 2015 da Prefeitura de Santo André aponta que o bairro Campestre conta com mais de 14.906 habitantes, entre mulheres (7.923) e homens (6.983). Além disso, a faixa etária com maior índice populacional compreende habitantes com mais de...<br><br> *** Vide referências em www.colonia.com.br/referencias/bairros


Colonia Consultoria de Imóveis Ltda
Casa, 4 Quartos para alugar em R. Siqueira Campos, Centro, Santo André, SP valor de R$ 15.000,00 no Lugar Certo  17

Casa, 4 Quartos
R. Siqueira Campos, Centro, Santo André, SP

Excelente Sobrado Comercial Centro Santo André - com aproximadamente 08 salas, recepção, 06 wcs, sala para aulas, jardim, estacionamento para 20 carros. Ótimo para escolas técnicas, clínicas, escritórios!!!!!<br><br>Origem e resgate histórico Como na história e origem de muitas cidades, o povoamento pode surgir por meio de vários fatores: ao redor de uma fábrica, fazenda, praça ou de uma estação de trem, como ocorreu, justamente, no Centro de Santo André. Os aspectos históricos da região estão intimamente ligados às primeiras habitações que surgiram nos arredores da estação ferroviária da São Paulo Railway, no caso, a estação de São Bernardo. Esses acontecimentos sucederam de 1867 ao final do século 19. Nesse período, a região central de Santo André ganhava forma e, depois, se tornou um distrito importante da então cidade de São Bernardo. Como surgiu o nome? A partir da primeira década do século 20, a área que hoje compreende o Centro receberia o nome de Distrito de Santo André, integrante do município de São Bernardo. Com a emancipação da cidade, no final dos anos 30, essa região se tornou o Centro do município recém-criado e uma das localidades mais importantes e geradoras de renda e emprego da região. Dessa forma, surgiu a denominação atual. Primeiros moradores e habitação Por volta do final do século 19, as primeiras áreas ao redor da estação ferroviária de São Bernardo começaram a ser povoadas. O Centro, o então bairro da estação, era um caminho de fácil acesso a pontos importantes para a mobilidade na época, como a estrada do Oratório e o Caminho do Pilar, segundo Ademir Medici, autor da obra "Migração, Urbanismo e Cidadania: a história de Santo André contada por seus personagens". As primeiras ruas do bairro, que nasceu às margens da ferrovia, dividiam espaço entre casas e pequenas instalações fabris, especialmente, a partir de 1912. Loteamentos no bairro No século 20, o território que hoje abriga o Centro ganharia o loteamento da Vila Flaquer, o que favoreceu o povoamento local e, consequentemente, a expansão do bairro. Dessa forma, em 1912, verificou-se o surgimento do primeiro conglomerado habitacional operário da região, o que atraiu populações interessadas em se estabelecer naquelas terras. Ainda hoje o Centro da cidade é um espaço dinâmico, repleto de comércio popular diverso, com presença de grandes redes do varejo, mas também abriga imóveis residenciais. Dados atuais Com renda média familiar per capita em torno de R$ 4.017,33, entre as mais altas da cidade, o Centro tem população estimada em 3.788. Desses índices, o bairro conta com cerca de 2.053 mulheres e, no caso, aproximadamente 1.735 homens entre os índices populacionais. Os dados fazem parte do Anuário de 2015, da Prefeitura de Santo André, com base em informações coletadas no ano de 2014. Ainda sobre o perfil populacional abordado no estudo muni...<br><br> *** Vide referências em www.colonia.com.br/referencias/bairros


Colonia Consultoria de Imóveis Ltda
Casa, 4 Quartos para alugar em R. Erechim, Parque Erasmo Assunção, Santo André, SP valor de R$ 2.400,00 no Lugar Certo  16

Casa, 4 Quartos
R. Erechim, Parque Erasmo Assunção, Santo André, SP

OTIMA CASA TÉRREA NO BAIRO PARQUE ERASMO ASSSUNÇÃO. próximo de mercados(Coop), escolas, farmácias, prox da Av. Itamarati e etc, possui 250m² de Area total e 180m² de Area Construida 4 dormitórios, sendo 2 deles com planejados, 2 salas , 2 cozinhas, 2 banheiros no total, área de serviço e 3 vagas de garagem. Excelente Oportunidade! Agende sua visita !<br><br>Origem e resgate histórico Em 1860, as terras que hoje fazem parte do Parque Erasmo Assunção foram, então, herdadas por João José Barbosa Ortiz. Ele havia recebido o terreno do tenente Francisco Barbosa Ortiz - que era seu pai. A localidade se chamava Sítio Jaçatuba. No ano de 1915, Erasmo Assunção, da cidade de Santos, decidiu comprar terras na cidade de Santo André, entre terrenos que atualmente abrigam o bairro. Nessa empreitada, tinha como sócio Álvaro Assunção, seu irmão. Como surgiu o nome? A denominação toponímica do Parque Erasmo Assunção é daqueles exemplos de localidades que, de alguma forma, fazem menção aos loteadores ou proprietários das terras. Primeiros moradores e habitação Nos final dos anos 50, em 1958, os primeiros habitantes do bairro se fixaram na região com intuito de construírem uma vida por lá. Loteamentos no bairro Os primeiros loteamentos ocorridos nos anos 50 contavam com surgimento de ruas que traziam nomes dos cavalos de Erasmo Assunção. No território que hoje compreende o bairro, havia um espaço em que ele mantinha seus cavalos de raça, no caso, alojados em um barracão. Dados atuais Hoje com 3.283 domicílios, o bairro conta com 9.795 habitantes. Os dados integram o anuário de 2015, realizado pela Prefeitura de Santo André, com base em dados do ano de 2014. O levantamento apurou informações socioeconômicas e populacionais sobre os bairros da cidade. Quanto às informações socioeconômicas, a renda mensal média familiar (per capita) é de R$ R$ 1.340,18. Lembrando que o valor é obtido por meio da quantidade do rendimento individual de cada membro da família e, dessa forma, o resultado é dividido pela quantidade de todos os moradores da casa. As três faixas etárias e respectivos índices populacionais, conforme os dados colhidos pelo anuário, são as seguintes: " 1.537 habitantes (grupo de pessoas com 60 anos ou mais); " 1.707 habitantes (grupo de pessoas entre 20 a 29 anos); " 1.524 habitantes (grupo de pessoas entre 30 a 39 anos); Em todo caso, as demais faixas etárias observadas: o 1.521 habitantes (grupo de pessoas entre 40 a 49 anos); o 1.326 habitantes (grupo de pessoas entre 50 a 59 anos); o 640 habitantes (grupo de pessoas entre 15 a 19 anos); o 593 habitantes (grupo de pessoas entre 10 a 14 anos); o 473 habitantes (grupo de pessoas entre 05 a 09 anos); o 475 habitantes (grupo de pessoas entre 0 a 04 anos); O levantamento ainda traz informações sobre o nível de escolaridade da população residente no Parque Erasmo Assunção. C...<br><br> *** Vide referências em www.colonia.com.br/referencias/bairros


Colonia Consultoria de Imóveis Ltda
Casa, 1 Quarto para alugar em Av. Utinga, Utinga, Santo André, SP valor de R$ 550,00 no Lugar Certo  5

Colonia Consultoria de Imóveis Ltda
Casa, 5 Quartos para alugar em Av. Dom Pedro II, Campestre, Santo André, SP valor de R$ 13.000,00 no Lugar Certo  30

Casa, 5 Quartos
Av. Dom Pedro II, Campestre, Santo André, SP

EXCELENTE IMÓVEL COMERCIAL !!! Campestre-Santo andré/SP Ótima localização , próximo a Estação Prefeito Saladino, Restaurantes, Clínicas, Agência Hyundai. Terreno- 426 metros e Útil- 920 metros ; 10 Salas , 2 Recepções , Copa , 8 WC, 4 depósitos e 4 Vagas no recúo.<br><br>Origem e resgate histórico As primeiras origens do território que hoje compreende o bairro Campestre se localizam no início dos anos 20, do século passado. Lembrando que nessa época, a cidade fazia parte de São Caetano. O município de Santo André foi emancipado no final dos anos 30. A área que atualmente abriga o tradicional bairro Campestre era composta por terras pertencentes ao Nhonhô Maria, que se chamava Antonio Miguel Maria, segundo a obra de Ademir Medici, autor de "Migração, Urbanismo e Cidadania: a história de Santo André contada por seus personagens". Além disso, curiosamente, entre a população de Campestre havia um morador bastante popular na época, especialmente para quem vivia na região de São Caetano. No caso, se tratava do curandeiro Vicente Rodrigues Vieira. Sua propriedade atraída muitas pessoas interessada em seus atendimentos espirituais. Ele morreu nos anos 30, aos 52 anos. Como surgiu o nome? O nome do bairro se originou devido à presença de vegetação e mata que aos poucos deram espaço a loteamentos, em meio à arborização. Um dos intuitos dos primeiros habitantes e loteadores, de fato, eram criar um bairro repleto de casas do campo. Primeiros moradores e habitação Nessa época, a família Pujol realizava loteamentos em várias partes da cidade, inclusive no bairro Campestre. A premissa principal era estabelecer bairros nobres, voltados à camada da sociedade mais escolarizada na época. No período, os Pujol colocaram em prática um sistema de transporte eficaz para aqueles tempos, o bonde a vapor que ligava a região às estações ferroviárias. O objetivo era atrair populações interessadas em se estabelecer por lá. Loteamentos no bairro Ao longo dos anos, o local foi dividido em terrenos nos arredores do rio Tamanduateí. O bairro surgiu como um ponto de passagem de quem se destinava a ir a São Caetano, que juntamente com Santo André fazia parte de São Bernardo. A partir de 1925, data dos primeiros loteamentos, Campestre foi crescendo e se tornou uma das primeiras configurações do cenário urbano da cidade. Além dos loteamentos, surgiram as avenidas D.Pedro 2º e Industrial, um ponto marcante quanto às instalações de empresas na região, como a Black & Decker, como menciona Iberê Luiz di Tizio, em sua tese apresentada à Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da Universidade de São Paulo (USP). Dados atuais Anuário de 2015 da Prefeitura de Santo André aponta que o bairro Campestre conta com mais de 14.906 habitantes, entre mulheres (7.923) e homens (6.983). Além disso, a faixa etária com maior índice populacional compreende h...<br><br> *** Vide referências em www.colonia.com.br/referencias/bairros


Colonia Consultoria de Imóveis Ltda
Casa, 1 Quarto para alugar em R. Alasca, Parque das Nações, Santo André, SP valor de R$ 700,00 no Lugar Certo  13

Casa, 1 Quarto
R. Alasca, Parque das Nações, Santo André, SP

Excelente imóvel localizado no bairro Parque das Nações com um dormitório, banheiro com box, cozinha ampla com gabinete e área de serviço. Próximo de mercados, comércios e escolas. Venha conferir!<br><br>Origem e resgate histórico A localidade que hoje compreende o Parque das Nações integrava a fazenda do Oratório. As informações são citadas na tese de Iberê Luiz Di Tizio (Santo André causa toponímica na denominação de seus bairros). A tese foi apresentada à Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da USP (Universidade de São Paulo), no ano de 2009. Como surgiu o nome? É provável que seja justificada essa denominação toponímica ao fato de Santo André ser um município com diversidade cultural. Contudo, é também importante ressaltar que o nome se deve à presença de habitantes europeus por essas terras. Primeiros moradores e habitação Os primeiros habitantes, de fato, eram imigrantes europeus, mas o bairro também atraiu populações de várias partes do Estado de São Paulo e também do Brasil. Loteamentos no bairro Os primeiros loteamentos surgiram por volta dos anos 20, em 1925. As primeiras residências também pertenciam a populações da região de Santos, que buscavam se estabelecer na cidade, por conta do clima tido como ameno. Dados atuais Com mais de 15.218 habitantes, um dos maiores índices populacionais da cidade, o Parque das Nações conta com 8.109 habitantes (mulheres) e 7.109 (homens). Os dados integram o anuário de 2015, realizado pela Prefeitura de Santo André, com base em dados do ano de 2014. O levantamento apurou informações socioeconômicas e populacionais sobre os bairros da cidade. Quanto às informações socioeconômicas, a renda mensal média familiar (per capita) é de R$ 1.708,61. Lembrando que o valor é obtido por meio da quantidade do rendimento individual de cada membro da família e, dessa forma, o resultado é dividido pela quantidade de todos os moradores da casa. Para isso, é preciso incluir todos os moradores do imóvel que sejam economicamente ativos ou não. Lembrando que as informações socioeconômicas, demográficas e populacionais foram colhidas no ano de 2014. As três faixas etárias com maior índice populacional, conforme os dados colhidos pelo anuário são as seguintes: " 2.821 habitantes (grupo de pessoas com 60 anos ou mais); " 2.483 habitantes (grupo de pessoas entre 20 a 29 anos); " 2.302 habitantes (grupo de pessoas entre 30 a 39 anos); Em todo caso, as demais faixas etárias observadas: o 2.228 habitantes (grupo de pessoas entre 40 a 49 anos); o 2.131 habitantes (grupo de pessoas entre 50 a 59 anos); o 968 habitantes (grupo de pessoas entre 15 a 19 anos); o 854 habitantes (grupo de pessoas entre 10 a 14 anos); o 719 habitantes (grupo de pessoas entre 05 a 09 anos); o 714 habitantes (grupo de pessoas entre 0 a 04 anos); O levantamento ainda traz informações sobre o nível de escolar...<br><br> *** Vide referências em www.colonia.com.br/referencias/bairros


Colonia Consultoria de Imóveis Ltda
Casa, 3 Quartos para alugar em R. Jaborandi, Campestre, Santo André, SP valor de R$ 3.200,00 no Lugar Certo  18

Casa, 3 Quartos
R. Jaborandi, Campestre, Santo André, SP

SOBRADO B. CAMPESTRE: 3 DOR (1ST), SL. P/ 3 AMB C/ DESNÍVEL, GAR. P/ 3 AUTOS, COPA + COZINHA, 271 M². DE A.C. E 225 M² DE TERRENO<br><br>Origem e resgate histórico As primeiras origens do território que hoje compreende o bairro Campestre se localizam no início dos anos 20, do século passado. Lembrando que nessa época, a cidade fazia parte de São Caetano. O município de Santo André foi emancipado no final dos anos 30. A área que atualmente abriga o tradicional bairro Campestre era composta por terras pertencentes ao Nhonhô Maria, que se chamava Antonio Miguel Maria, segundo a obra de Ademir Medici, autor de "Migração, Urbanismo e Cidadania: a história de Santo André contada por seus personagens". Além disso, curiosamente, entre a população de Campestre havia um morador bastante popular na época, especialmente para quem vivia na região de São Caetano. No caso, se tratava do curandeiro Vicente Rodrigues Vieira. Sua propriedade atraída muitas pessoas interessada em seus atendimentos espirituais. Ele morreu nos anos 30, aos 52 anos. Como surgiu o nome? O nome do bairro se originou devido à presença de vegetação e mata que aos poucos deram espaço a loteamentos, em meio à arborização. Um dos intuitos dos primeiros habitantes e loteadores, de fato, eram criar um bairro repleto de casas do campo. Primeiros moradores e habitação Nessa época, a família Pujol realizava loteamentos em várias partes da cidade, inclusive no bairro Campestre. A premissa principal era estabelecer bairros nobres, voltados à camada da sociedade mais escolarizada na época. No período, os Pujol colocaram em prática um sistema de transporte eficaz para aqueles tempos, o bonde a vapor que ligava a região às estações ferroviárias. O objetivo era atrair populações interessadas em se estabelecer por lá. Loteamentos no bairro Ao longo dos anos, o local foi dividido em terrenos nos arredores do rio Tamanduateí. O bairro surgiu como um ponto de passagem de quem se destinava a ir a São Caetano, que juntamente com Santo André fazia parte de São Bernardo. A partir de 1925, data dos primeiros loteamentos, Campestre foi crescendo e se tornou uma das primeiras configurações do cenário urbano da cidade. Além dos loteamentos, surgiram as avenidas D.Pedro 2º e Industrial, um ponto marcante quanto às instalações de empresas na região, como a Black & Decker, como menciona Iberê Luiz di Tizio, em sua tese apresentada à Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da Universidade de São Paulo (USP). Dados atuais Anuário de 2015 da Prefeitura de Santo André aponta que o bairro Campestre conta com mais de 14.906 habitantes, entre mulheres (7.923) e homens (6.983). Além disso, a faixa etária com maior índice populacional compreende habitantes com mais de 60 anos (3.109 habitantes). Em segundo lugar está o grupo entre 30 e 39 anos (2.298) e, na sequência, verifica-se a popu...<br><br> *** Vide referências em www.colonia.com.br/referencias/bairros


Colonia Consultoria de Imóveis Ltda
Casa, 3 Quartos para alugar em R. Hungria, Parque das Nações, Santo André, SP valor de R$ 2.500,00 no Lugar Certo  30

Casa, 3 Quartos
R. Hungria, Parque das Nações, Santo André, SP

OPORTUNIDADE : Lindo sobrado em Excelente localização no Parque das Nações com 03 dormitórios, suíte, sala ampla, copa e cozinha, lavabo, área de serviço, edicúla, espaço gourmet, 02 vagas. Proprietário estuda apto de cobertura sem condominío, como parte do pagamento. Ótima oportunidade, venha conferir.<br><br>Origem e resgate histórico A localidade que hoje compreende o Parque das Nações integrava a fazenda do Oratório. As informações são citadas na tese de Iberê Luiz Di Tizio (Santo André causa toponímica na denominação de seus bairros). A tese foi apresentada à Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da USP (Universidade de São Paulo), no ano de 2009. Como surgiu o nome? É provável que seja justificada essa denominação toponímica ao fato de Santo André ser um município com diversidade cultural. Contudo, é também importante ressaltar que o nome se deve à presença de habitantes europeus por essas terras. Primeiros moradores e habitação Os primeiros habitantes, de fato, eram imigrantes europeus, mas o bairro também atraiu populações de várias partes do Estado de São Paulo e também do Brasil. Loteamentos no bairro Os primeiros loteamentos surgiram por volta dos anos 20, em 1925. As primeiras residências também pertenciam a populações da região de Santos, que buscavam se estabelecer na cidade, por conta do clima tido como ameno. Dados atuais Com mais de 15.218 habitantes, um dos maiores índices populacionais da cidade, o Parque das Nações conta com 8.109 habitantes (mulheres) e 7.109 (homens). Os dados integram o anuário de 2015, realizado pela Prefeitura de Santo André, com base em dados do ano de 2014. O levantamento apurou informações socioeconômicas e populacionais sobre os bairros da cidade. Quanto às informações socioeconômicas, a renda mensal média familiar (per capita) é de R$ 1.708,61. Lembrando que o valor é obtido por meio da quantidade do rendimento individual de cada membro da família e, dessa forma, o resultado é dividido pela quantidade de todos os moradores da casa. Para isso, é preciso incluir todos os moradores do imóvel que sejam economicamente ativos ou não. Lembrando que as informações socioeconômicas, demográficas e populacionais foram colhidas no ano de 2014. As três faixas etárias com maior índice populacional, conforme os dados colhidos pelo anuário são as seguintes: " 2.821 habitantes (grupo de pessoas com 60 anos ou mais); " 2.483 habitantes (grupo de pessoas entre 20 a 29 anos); " 2.302 habitantes (grupo de pessoas entre 30 a 39 anos); Em todo caso, as demais faixas etárias observadas: o 2.228 habitantes (grupo de pessoas entre 40 a 49 anos); o 2.131 habitantes (grupo de pessoas entre 50 a 59 anos); o 968 habitantes (grupo de pessoas entre 15 a 19 anos); o 854 habitantes (grupo de pessoas entre 10 a 14 anos); o 719 habitantes (grupo de pessoas entre 05 a 09 anos); o 714 h...<br><br> *** Vide referências em www.colonia.com.br/referencias/bairros


Colonia Consultoria de Imóveis Ltda
Casa, 1 Quarto para alugar em Av. João Pessoa, Jardim Utinga, Santo André, SP valor de R$ 850,00 no Lugar Certo  6

Casa, 1 Quarto
Av. João Pessoa, Jardim Utinga, Santo André, SP

Ótimo imóvel localizado no bairro Jardim Utinga com um dormitório, banheiro, ampla cozinha e área de serviço. Fácil acesso a padarias, mercado e pontos de ônibus. Venha conferir!<br><br>Origem e resgate histórico O bairro Jardim Utinga tem suas origens por volta dos anos 30, sendo relacionado ao Parque das Nações, no loteamento daquela época. As informações constam na obra de Iberê Luiz Di Tizio, autor da tese "Santo André causa toponímica na denominação de seus bairros", conteúdo apresentado à Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas, da USP (Universidade de São Paulo), no ano de 2009. O Jardim Utinga está distante cerca de 4 km da região central de Santo André. Para se ter uma ideia, o trajeto por carro leva em torno de 13 a 15 minutos, aproximadamente. Como surgiu o nome? É provável que o uso "Utinga" tenha se originado pelo fato da proximidade da localidade com o córrego de mesmo nome, entre Santo André e a cidade de São Caetano. De todo modo, é importante ressaltar que a denominação "Utinga"é ainda observada em um dos bairros direcionados à população com poder aquisitivo e funcionários de alto escalão das fábricas na região. Porém essa localidade seria incorporada, a partir dos anos 90, ao território hoje conhecido como o bairro Campestre. Primeiros moradores e habitação A partir dos anos 30, os primeiros loteamentos trouxeram populações interessadas em trabalhar nas fábricas ao redor da cidade e região. Havia moradores de todas as partes, desde o ABC, de cidades paulistas e de todo o território nacional. Dados atuais O Jardim Utinga tem cerca de 5.629 habitantes e, desse total, 2.972 pessoas correspondem à população feminina, bem como, 2.657 habitantes representam a população masculina. Os dados fazem parte do Anuário de 2015 da Prefeitura de Santo André, com informações colhidas em 2014. O levantamento traz dados demográficos e socioeconômicos dos bairros da cidade. Além disso, o censo municipal aponta as faixas etárias mais predominantes no Jardim Utinga. As três primeiras posições observadas são as seguintes: " Entre 20 a 29 anos = 957 habitantes; " Com mais de 60 anos = 897 habitantes; " Entre 30 a 39 anos = 892 habitantes; É interessante observar que ao contrário do contexto em outros bairros da cidade, a população considerada mais ativa economicamente, entre 20 a 39 anos, está em equilíbrio quanto aos índices populacionais relativos ao grupo de pessoas com mais de 60 anos. Os demais indicativos são os seguintes, em ordem decrescente: " Entre 40 a 49 anos = 831 habitantes; " Entre 50 a 59 anos = 751 habitantes; " Entre 15 a 19 anos = 372 habitantes; " Entre 10 a 14 anos = 360 habitantes; " Entre 05 a 09 anos = 294 habitantes; " Entre 0 a 04 anos = 274 habitantes; E quanto a esses índices, vale pontuar a diferença significativa ...<br><br> *** Vide referências em www.colonia.com.br/referencias/bairros


Colonia Consultoria de Imóveis Ltda
Casa, 2 Quartos para alugar em Est. Cata Preta, Vila João Ramalho, Santo André, SP valor de R$ 1.100,00 no Lugar Certo  22

Casa, 2 Quartos
Est. Cata Preta, Vila João Ramalho, Santo André, SP

Ótimo sobrado em condominio fechado , com 2 dormitórios , interfone e muito mais . 2 minutos da estrada pedroso . ¿Tente não ser um homem de sucesso, e sim um homem de valores¿ Albert Einstein<br><br>Origem e resgate histórico O bairro Vila Ramalho teve loteamento, no caso, limitado pelo então ribeirão Guarará. Os dados são citados por Iberê Luiz Di Tizio, em sua tese: "Santo André causa toponímica na denominação de seus bairros", apresentada à Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da USP (Universidade de São Paulo), em 2009. Como surgiu o nome? Assim como o Parque João Ramalho, a localidade também presta homenagem ao explorador português que conviveu pacificamente entre grupos indígenas, no século 16. No passado, João Ramalho, então, estreitou laços com o famoso cacique Tibiriçá, liderança indígena que se tornou famosa desde a colonização europeia no Brasil. Além disso, é importante mencionar que João Ramalho fundou Santo André da Borda do Campo, em 1853. De fato, se trata do fundador do território que hoje abriga a cidade. Primeiros moradores e habitação O bairro é composto por população proveniente de várias partes da região do ABC, assim como do Estado de São Paulo e do Brasil. Dados atuais O bairro conta com 7.816 habitantes, segundo dados do anuário de 2015, realizado pela Prefeitura de Santo André, com base em informações do ano de 2014. O levantamento apurou resultados socioeconômicas e populacionais da cidade. No caso da Vila João Ramalho, as informações obtidas foram somadas aos dados do bairro vizinho Jardim Vila Rica. Já que ambas as localidades compartilham contextos e realidade semelhantes e, dessa forma, a junção facilitou o processo de apuração dos dados. Quanto às informações socioeconômicas, a renda mensal média familiar (per capita) é de R$ 1.044,55. Lembrando que o valor é obtido por meio da quantidade do rendimento individual de cada membro da família e, dessa forma, o resultado é dividido pela quantidade de todos os moradores da casa. As faixas etárias e respectivos índices populacionais, conforme os dados colhidos pelo anuário: " 1.454 habitantes (grupo de pessoas entre 20 a 29 anos); " 1.328 habitantes (grupo de pessoas entre 30 a 39 anos); " 1.090 habitantes (grupo de pessoas entre 40 a 49 anos); " 864 habitantes (grupo de pessoas com 60 anos ou mais); As demais faixas etárias observadas: " 847 habitantes (grupo de pessoas entre 50 a 59 anos); " 582 habitantes (grupo de pessoas entre 15 a 19 anos); " 582 habitantes (grupo de pessoas entre 10 a 14 anos); " 560 habitantes (grupo de pessoas entre 05 a 09 anos); " 510 habitantes (grupo de pessoas entre 0 a 04 anos); O levantamento ainda traz informações sobre o nível de escolaridade da população residente. Confira abaixo as informações: o Sem instrução ou ensino fundamental incompleto =...<br><br> *** Vide referências em www.colonia.com.br/referencias/bairros


Colonia Consultoria de Imóveis Ltda
Casa, 1 Quarto para alugar em Rua Lourenço de Almada, Vila Alto de Santo André, Santo André, SP valor de R$ 950,00 no Lugar Certo  10

Colonia Consultoria de Imóveis Ltda
Casa, 5 Quartos para alugar em R. Antônio Bastos, Vila Bastos, Santo André, SP valor de R$ 6.000,00 no Lugar Certo  10

Casa, 5 Quartos
R. Antônio Bastos, Vila Bastos, Santo André, SP

Excelente sobrado com 5 dormitórios, 2 wc, sala, cozinha, área de serviço e 2 vagas. Localizada próximoa Av. Portugual, comércio, farmácia, açougue, mercados, escolas e fácil acesso. Ligue e Agende sua visita. ¿ O que me preocupa não é o grito dos maus, mas o silêncio dos bons¿ Martin Luther King <br><br>Origem e resgate histórico O bairro Vila Bastos surgiu, de fato, por volta do ano de 1921, mas o loteamento sucedeu três anos depois, em 1924, época em que Santo André ainda fazia parte de São Bernardo, já que a emancipação sucedeu em 1938. As terras loteadas na Vila Bastos integravam territórios das chácaras de Bastos e de Suplicy. As informações constam na tese de Iberê Luiz Di Tizio: "Santo André causa toponímica na denominação de seus bairros", apresentada à Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas, da USP (Universidade de São Paulo), em 2009. Como surgiu o nome? É provável que a denominação toponímica referente à localidade esteja ligada à chácara de Bastos. Primeiros moradores e habitação Os primeiros moradores da Vila Bastos, de fato, vieram de localidades de toda a região do ABC, assim como do Estado de São Paulo e demais cidades brasileiras. Dados atuais O bairro Vila Bastos conta com cerca de 5.916 habitantes, segundo dados colhidos pelo do anuário de 2015, realizado pela Prefeitura de Santo André, com base em informações do ano de 2014. O levantamento realizado pela prefeitura apurou resultados socioeconômicos e populacionais sobre os bairros da cidade, num material extenso com informações diversas sobre as localidades. Do índice populacional (5.916 habitantes) são observados alguns dados: " Cerca de 3.206 habitantes se referem à população feminina; " Cerca de 2.710 habitantes correspondem à população masculina; " Além disso, a Vila Bastos conta com aproximadamente 2.138 domicílios particulares permanentes ocupados, como cita o documento elaborado; Quanto às informações socioeconômicas obtidas, a renda mensal média familiar (per capita) é de R$ 4.017,33, uma das mais altas entre os bairros da cidade. Lembrando que o valor é obtido por meio da quantidade do rendimento individual de cada membro da família e, dessa forma, o resultado é dividido pela quantidade de todos os moradores da casa, incluindo as pessoas que não têm renda mensal, mas residem no imóvel. O anuário elaborado pela Prefeitura de Santo André ainda aponta as faixas etárias com os maiores índices populacionais observados, conforme os dados colhidos pelo anuário municipal: " Cerca de 1.329 habitantes (grupo de pessoas com 60 anos ou mais); " Cerca de 928 habitantes (grupo de pessoas entre 40 a 49 anos); " Cerca de 881 habitantes (grupo de pessoas entre 30 a 39 anos); " Cerca de 876 habitantes (grupo de pessoas entre 50 a 59 anos); As demais faixas etárias observadas: " Cerca de 836 ha...<br><br> *** Vide referências em www.colonia.com.br/referencias/bairros


Colonia Consultoria de Imóveis Ltda
Casa, 1 Quarto para alugar em R. Santos, Vila Camilópolis, Santo André, SP valor de R$ 900,00 no Lugar Certo  12

Casa, 1 Quarto
R. Santos, Vila Camilópolis, Santo André, SP

Excelente imóvel localizado no bairro Vila Camilópolis com um dormitório, um banheiro, cozinha com gás encanado, área de serviço coberta e quintal. Ótima localização, próximo do Supermercado Nagumo, Supermercado Matriz, Praça Maria Quitéria e Rua Laureano. Venha conferir!<br><br>Origem e resgate histórico As primeiras ruas da então Vila Camilópolis surgiram nos anos 20, em 1925. O proprietário das terras era Camilo Pedutti, também loteador da Vila Metalúrgica. Ambas as localidades eram conhecidas por Vila Splendor. Como surgiu o nome? A denominação toponímica é uma auto-homenagem de Camilo. Como resultado disso, houve a junção de Camilo + polis (sufixo que em grego implica em "cidade do Camilo"). As informações são citadas por Iberê Luiz Di Tizio, em sua tese: "Santo André causa toponímica na denominação de seus bairros", apresentada à Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas, da USP (Universidade de São Paulo), em 2009. Primeiros moradores e habitação A população responsável pelo povoamento do bairro Vila Camilópolis é composta por população proveniente de várias partes da região do ABC, assim como do Estado de São Paulo e do Brasil, objetivada a construir uma vida na localidade. Dados atuais A Vila Camilópolis conta com cerca de 17.505 habitantes, segundo dados colhidos pelo do anuário de 2015, realizado pela Prefeitura de Santo André, com base em informações do ano de 2014. O levantamento realizado pela prefeitura apurou resultados socioeconômicos e populacionais sobre os bairros da cidade, num material extenso com informações diversas sobre as localidades. Do índice populacional (17.505 habitantes), observe as informações: " Cerca de 9.242 habitantes se referem à população feminina na localidade; " Cerca de 8.263 habitantes correspondem à população masculina na localidade; Além disso, a Vila Camilópolis conta com cerca de 5.740 domicílios particulares permanentes ocupados, como cita o documento elaborado pela Prefeitura Municipal de Santo André. Quanto às informações socioeconômicas colhidas no documento, a renda mensal média familiar (per capita) é de R$ 1.393,92. Lembrando que o valor é obtido por meio da quantidade do rendimento individual de cada membro da família e, dessa forma, o resultado é dividido pela quantidade de todos os moradores da casa (com ou sem renda). O anuário elaborado pela Prefeitura de Santo André ainda aponta as faixas etárias com os maiores índices populacionais observados, conforme os dados colhidos: " Cerca de 2.973 habitantes (grupo de pessoas entre 20 a 29 anos); " Cerca de 2.790 habitantes (grupo de pessoas com 60 anos ou mais); " Cerca de 2.773 habitantes (grupo de pessoas entre 30 a 39 anos); " Cerca de 2.586 habitantes (grupo de pessoas entre 40 a 49 anos); As demais faixas etárias observadas: " Cerca de 2.335 habitantes (gru...<br><br> *** Vide referências em www.colonia.com.br/referencias/bairros