2 Coberturas à venda no Jardim das Maravilhas, Santo André - SP

Refinar busca
2 Resultados encontrados
Colonia Consultoria de Imóveis Ltda
Cobertura, 2 Quartos em R. Guadalajara, Jardim das Maravilhas, Santo André, SP valor de R$ 300.000,00 no Lugar Certo  23

Cobertura, 2 Quartos
R. Guadalajara, Jardim das Maravilhas, Santo André, SP

Apartamento Cobertura sem condominio: área útil 48m² + cobertura 48m², com 2 dormitórios com armários, sala, cozinha planejada, wc, área de serviço, lavabo e churrasqueira na cobertura, 1 vaga.<br><br>Origem e resgate histórico O bairro teria surgido, de fato, em 1953 - com os primeiros loteamentos em torno da área. Antes de se tornar o Jardim das Maravilhas, a localidade fazia parte de uma porção de terras divididas e comercializadas como chácaras e sítios. As informações constam na tese de Iberê Luiz Di Tizio. O conteúdo, intitulado, "Santo André causa toponímica na denominação de seus bairros", foi apresentado à Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da USP, em 2009. Como surgiu o nome? Em linhas gerais, a denominação do bairro segue a tendência e conceitos popularmente empregados em outras localidades, que implica na adesão a nomes que remetem "boas características", como pontua Iberê Luiz Di Tizio. Primeiros moradores e habitação Os primeiros habitantes se mudaram para o local que, até então, tornou-se o Jardim das Maravilhas, a partir dos anos 50. Parte dos moradores veio de outras cidades e Estados brasileiros, mas também da própria região do ABC. Loteamentos no bairro O bairro surgiu, de fato, com lotes a preços populares. Havia algumas construções de madeiras. Nos anos 50, período marcado pelos primeiros loteamentos, a localidade ainda mantinha chácaras e sítios, contrapondo o processo de urbanização vivenciado pela cidade de Santo André, que foi emancipada em 1938. Em 1947, por exemplo, conforme depoimento de moradores antigos da região, não havia -sequer -, energia elétrica. As informações constam na tese de Iberê Luiz Di Tizio. Dados atuais O Jardim das Maravilhas conta com cerca de 5.015 habitantes, segundo o Anuário 2015 da Prefeitura de Santo André. As informações foram colhidas em 2014 e trazem dados sociais e econômicos dos bairros do município. Confira abaixo mais informações do levantamento: " Dos 5.015 habitantes, cerca de 2.648 habitantes correspondem à população feminina, bem como, 2.367 habitantes se relacionam à população masculina; " As faixas etárias mais predominantes são: entre 20 a 29 anos (852 pessoas), além de 60 anos ou mais (799 pessoas) e entre 30 a 39 anos (795 pessoas); Alem disso, os outros índices são os seguintes: " Pessoas entre 40 a 49 anos (741 habitantes); " Pessoas entre 50 a 59 anos (669 habitantes); É importante observar, que diferentemente da realidade de muitos bairros, o Jardim das Maravilhas possui uma quantidade de habitantes equilibrada nas faixas etárias que correspondem à população mais ativa e menos ativa (entre 20 a 49 anos, por exemplo, e mais de 60 anos, respectivamente). Outro dado que chama atenção é a menor predominância de habitantes entre crianças, adolescentes e jovens, quando em comparação às demais faixas etár...<br><br> *** Vide referências em www.colonia.com.br/referencias/bairros


Colonia Consultoria de Imóveis Ltda
Cobertura, 2 Quartos em R. Guadalajara, Jardim das Maravilhas, Santo André, SP valor de R$ 290.000,00 no Lugar Certo  6

Cobertura, 2 Quartos
R. Guadalajara, Jardim das Maravilhas, Santo André, SP

Apartamento cobertura, sem condomínio, com 2 dormitórios, planejado, sala, cozinha, planejados, 2 WC, acesso externo a cobertura. Imóvel alugado a 1 ano, bom para venda e inquilino sai quando vender. Oportunidade.<br><br>Origem e resgate histórico O bairro teria surgido, de fato, em 1953 - com os primeiros loteamentos em torno da área. Antes de se tornar o Jardim das Maravilhas, a localidade fazia parte de uma porção de terras divididas e comercializadas como chácaras e sítios. As informações constam na tese de Iberê Luiz Di Tizio. O conteúdo, intitulado, "Santo André causa toponímica na denominação de seus bairros", foi apresentado à Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da USP, em 2009. Como surgiu o nome? Em linhas gerais, a denominação do bairro segue a tendência e conceitos popularmente empregados em outras localidades, que implica na adesão a nomes que remetem "boas características", como pontua Iberê Luiz Di Tizio. Primeiros moradores e habitação Os primeiros habitantes se mudaram para o local que, até então, tornou-se o Jardim das Maravilhas, a partir dos anos 50. Parte dos moradores veio de outras cidades e Estados brasileiros, mas também da própria região do ABC. Loteamentos no bairro O bairro surgiu, de fato, com lotes a preços populares. Havia algumas construções de madeiras. Nos anos 50, período marcado pelos primeiros loteamentos, a localidade ainda mantinha chácaras e sítios, contrapondo o processo de urbanização vivenciado pela cidade de Santo André, que foi emancipada em 1938. Em 1947, por exemplo, conforme depoimento de moradores antigos da região, não havia -sequer -, energia elétrica. As informações constam na tese de Iberê Luiz Di Tizio. Dados atuais O Jardim das Maravilhas conta com cerca de 5.015 habitantes, segundo o Anuário 2015 da Prefeitura de Santo André. As informações foram colhidas em 2014 e trazem dados sociais e econômicos dos bairros do município. Confira abaixo mais informações do levantamento: " Dos 5.015 habitantes, cerca de 2.648 habitantes correspondem à população feminina, bem como, 2.367 habitantes se relacionam à população masculina; " As faixas etárias mais predominantes são: entre 20 a 29 anos (852 pessoas), além de 60 anos ou mais (799 pessoas) e entre 30 a 39 anos (795 pessoas); Alem disso, os outros índices são os seguintes: " Pessoas entre 40 a 49 anos (741 habitantes); " Pessoas entre 50 a 59 anos (669 habitantes); É importante observar, que diferentemente da realidade de muitos bairros, o Jardim das Maravilhas possui uma quantidade de habitantes equilibrada nas faixas etárias que correspondem à população mais ativa e menos ativa (entre 20 a 49 anos, por exemplo, e mais de 60 anos, respectivamente). Outro dado que chama atenção é a menor predominância de habitantes entre crianças, adolescentes e jovens, quando em comparação ...<br><br> *** Vide referências em www.colonia.com.br/referencias/bairros