909 Pilotis para alugar no Jardim, Santo André - SP

Refinar busca

Não conseguimos localizar pilotis com a combinação dos filtros "Bairro" e "Imóvel" em Santo André - SP. Por isso, recomendamos imóveis semelhantes. Altere os filtros e refaça a busca.

909 Resultados semelhantes
Colonia Consultoria de Imóveis Ltda
Sala para alugar em R. Onze de Junho, Casa Branca, Santo André, SP valor de R$ 1.400,00 no Lugar Certo  13

Colonia Consultoria de Imóveis Ltda
Sala para alugar em Av. José Caballero, Vila Bastos, Santo André, SP valor de R$ 1.500,00 no Lugar Certo

Sala
Av. José Caballero, Vila Bastos, Santo André, SP

Ótima sala comercial, ampla. Próxima a Prefeitura de Santo André. Fácil acesso ao Centro e a transporte público. Agende sua visita.<br><br>Origem e resgate histórico O bairro Vila Bastos surgiu, de fato, por volta do ano de 1921, mas o loteamento sucedeu três anos depois, em 1924, época em que Santo André ainda fazia parte de São Bernardo, já que a emancipação sucedeu em 1938. As terras loteadas na Vila Bastos integravam territórios das chácaras de Bastos e de Suplicy. As informações constam na tese de Iberê Luiz Di Tizio: "Santo André causa toponímica na denominação de seus bairros", apresentada à Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas, da USP (Universidade de São Paulo), em 2009. Como surgiu o nome? É provável que a denominação toponímica referente à localidade esteja ligada à chácara de Bastos. Primeiros moradores e habitação Os primeiros moradores da Vila Bastos, de fato, vieram de localidades de toda a região do ABC, assim como do Estado de São Paulo e demais cidades brasileiras. Dados atuais O bairro Vila Bastos conta com cerca de 5.916 habitantes, segundo dados colhidos pelo do anuário de 2015, realizado pela Prefeitura de Santo André, com base em informações do ano de 2014. O levantamento realizado pela prefeitura apurou resultados socioeconômicos e populacionais sobre os bairros da cidade, num material extenso com informações diversas sobre as localidades. Do índice populacional (5.916 habitantes) são observados alguns dados: " Cerca de 3.206 habitantes se referem à população feminina; " Cerca de 2.710 habitantes correspondem à população masculina; " Além disso, a Vila Bastos conta com aproximadamente 2.138 domicílios particulares permanentes ocupados, como cita o documento elaborado; Quanto às informações socioeconômicas obtidas, a renda mensal média familiar (per capita) é de R$ 4.017,33, uma das mais altas entre os bairros da cidade. Lembrando que o valor é obtido por meio da quantidade do rendimento individual de cada membro da família e, dessa forma, o resultado é dividido pela quantidade de todos os moradores da casa, incluindo as pessoas que não têm renda mensal, mas residem no imóvel. O anuário elaborado pela Prefeitura de Santo André ainda aponta as faixas etárias com os maiores índices populacionais observados, conforme os dados colhidos pelo anuário municipal: " Cerca de 1.329 habitantes (grupo de pessoas com 60 anos ou mais); " Cerca de 928 habitantes (grupo de pessoas entre 40 a 49 anos); " Cerca de 881 habitantes (grupo de pessoas entre 30 a 39 anos); " Cerca de 876 habitantes (grupo de pessoas entre 50 a 59 anos); As demais faixas etárias observadas: " Cerca de 836 habitantes (grupo de pessoas entre 20 a 29 anos); " Cerca de 324 habitantes (grupo de pessoas entre 15 a 19 anos); " Cerca de 267 habitantes (grupo de pessoas en...<br><br> *** Vide referências em www.colonia.com.br/referencias/bairros


Colonia Consultoria de Imóveis Ltda
Casa Comercial para alugar em R. Martim Afonso de Souza, Vila Pires, Santo André, SP valor de R$ 2.500,00 no Lugar Certo  17

Casa Comercial
R. Martim Afonso de Souza, Vila Pires, Santo André, SP

Excelente prédio comercial de 90 m² localizado no bairro Vila Leopoldina com três salas com banheiros individuais. Todas as salas possuem interfone e um ponto de tomada 220V. Ótima localização, próximo da Avenida Firestone e Avenida Dom Pedro I.<br><br>Origem e resgate histórico A história do bairro Vila Pires surge por volta dos anos 20, época em que Santo André carecia de ampliar o seu espaço urbano. Nesse período, o município não havia se emancipado de São Bernardo, algo concretizado somente na década seguinte, em 1938. Quanto à Vila Pires, a localidade surgiu graças à aquisição de terrenos por parte de Jorge de Barros Pires, então comissário do café, na cidade de Santos (SP). Na época, em 1928, Pires abriu os primeiros lotes para comercialização. Porém com a crise mundial de 1929, Pires teve de hipotecar áreas do bairro e, dessa forma, a localidade passou por desenvolvimento lento nos últimos anos. Os dados são citados por Iberê Luiz Di Tizio, em sua tese: "Santo André causa toponímica na denominação de seus bairros", apresentada à Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da USP (Universidade de São Paulo), em 2009. Como surgiu o nome? É provável que a denominação toponímica da localidade esteja relacionada, de fato, a Jorge de Barros Pires. Primeiros moradores e habitação Os primeiros moradores a se estabelecerem no bairro vieram de outras partes do Estado e, especialmente, de outras cidades brasileiras. Dessa maneira, nutriam intuito de conquistarem uma vida melhor na região, aproveitando a oportunidade de trabalho nas empresas ao redor. Dados atuais O bairro conta com 10.335 habitantes, segundo dados do anuário de 2015, realizado pela Prefeitura de Santo André, com base em informações do ano de 2014. O levantamento apurou resultados socioeconômicas e populacionais da cidade. Quanto à Vila Pires, desse índice: " 5.487 habitantes (população feminina); " 4.847 habitantes (população masculina); De acordo o anuário constam ainda cerca de 3.708 domicílios particulares permanentes ocupados. E, sobre as informações socioeconômicas, a renda mensal média familiar (per capita) é de R$ 2.188,13. Lembrando que o valor é obtido por meio da soma da quantidade do rendimento individual de cada membro da família e, dessa forma, o resultado é dividido pela quantia de todos os moradores da casa. As faixas etárias e respectivos índices populacionais, conforme os dados colhidos pelo anuário: " Cerca de 1.877 habitantes (grupo de pessoas com 60 anos ou mais); " Cerca de 1.698 habitantes (grupo de pessoas entre 20 a 29 anos); " Cerca de 1.697 habitantes (grupo de pessoas entre 30 a 39 anos); " Cerca de 1.518 habitantes (grupo de pessoas entre 40 a 49 anos); " Cerca de 1.395 habitantes (grupo de pessoas entre 50 a 59 anos); As demais faixas etárias observadas, segundo as informações colhidas:...<br><br> *** Vide referências em www.colonia.com.br/referencias/bairros



Colonia Consultoria de Imóveis Ltda
Sala para alugar em R. Monte Casseros, Centro, Santo André, SP valor de R$ 750,00 no Lugar Certo  9

Sala
R. Monte Casseros, Centro, Santo André, SP

Excelente sala comercial no Centro de Santo André com 38m², wc privativo, divispória. Ótimo pra consultório odondolofico, psicologos e advocacia!<br><br>Origem e resgate histórico Como na história e origem de muitas cidades, o povoamento pode surgir por meio de vários fatores: ao redor de uma fábrica, fazenda, praça ou de uma estação de trem, como ocorreu, justamente, no Centro de Santo André. Os aspectos históricos da região estão intimamente ligados às primeiras habitações que surgiram nos arredores da estação ferroviária da São Paulo Railway, no caso, a estação de São Bernardo. Esses acontecimentos sucederam de 1867 ao final do século 19. Nesse período, a região central de Santo André ganhava forma e, depois, se tornou um distrito importante da então cidade de São Bernardo. Como surgiu o nome? A partir da primeira década do século 20, a área que hoje compreende o Centro receberia o nome de Distrito de Santo André, integrante do município de São Bernardo. Com a emancipação da cidade, no final dos anos 30, essa região se tornou o Centro do município recém-criado e uma das localidades mais importantes e geradoras de renda e emprego da região. Dessa forma, surgiu a denominação atual. Primeiros moradores e habitação Por volta do final do século 19, as primeiras áreas ao redor da estação ferroviária de São Bernardo começaram a ser povoadas. O Centro, o então bairro da estação, era um caminho de fácil acesso a pontos importantes para a mobilidade na época, como a estrada do Oratório e o Caminho do Pilar, segundo Ademir Medici, autor da obra "Migração, Urbanismo e Cidadania: a história de Santo André contada por seus personagens". As primeiras ruas do bairro, que nasceu às margens da ferrovia, dividiam espaço entre casas e pequenas instalações fabris, especialmente, a partir de 1912. Loteamentos no bairro No século 20, o território que hoje abriga o Centro ganharia o loteamento da Vila Flaquer, o que favoreceu o povoamento local e, consequentemente, a expansão do bairro. Dessa forma, em 1912, verificou-se o surgimento do primeiro conglomerado habitacional operário da região, o que atraiu populações interessadas em se estabelecer naquelas terras. Ainda hoje o Centro da cidade é um espaço dinâmico, repleto de comércio popular diverso, com presença de grandes redes do varejo, mas também abriga imóveis residenciais. Dados atuais Com renda média familiar per capita em torno de R$ 4.017,33, entre as mais altas da cidade, o Centro tem população estimada em 3.788. Desses índices, o bairro conta com cerca de 2.053 mulheres e, no caso, aproximadamente 1.735 homens entre os índices populacionais. Os dados fazem parte do Anuário de 2015, da Prefeitura de Santo André, com base em informações coletadas no ano de 2014. Ainda sobre o perfil populacional abordado no estudo municipal, em relação à escolaridade, a maior parte dos habitantes ...<br><br> *** Vide referências em www.colonia.com.br/referencias/bairros


Colonia Consultoria de Imóveis Ltda
Galpão para alugar em Av. Dom Pedro I, Vila Pires, Santo André, SP valor de R$ 12.000,00 no Lugar Certo  8

Galpão
Av. Dom Pedro I, Vila Pires, Santo André, SP

OPORTUNIDADE ÚNICA!!! Excelente galpão na Vila America localizado em um ponto estratégico próximo do supermercado Nagumo, bancos e vários comércios, fácil acesso para Avenida Capitão Mario de Toledo de Camargo que liga outras vias principais. Imóvel possuindo 850m² de terreno com as dimensões de 22 x 44 x 42 x 22, 1.000m² de galpão, 700m² de vão livre, 9,5m² de pé direito, 4 escritórios, 4 banheiros, 8 vagas de garagem, imóvel possui rampa de acesso ao galpão, tem um piso reforçado, 4 portões automáticos, monofásico( com possibilidade de trifásico), telha zinco galvanizadas, 4 box( 5 x 5) e em cada um deles na parte superior possui 4 escritórios independente e uma área livre de + ou - 180m². Não perca essa chance, agende a sua visita!!!<br><br>Origem e resgate histórico A história do bairro Vila Pires surge por volta dos anos 20, época em que Santo André carecia de ampliar o seu espaço urbano. Nesse período, o município não havia se emancipado de São Bernardo, algo concretizado somente na década seguinte, em 1938. Quanto à Vila Pires, a localidade surgiu graças à aquisição de terrenos por parte de Jorge de Barros Pires, então comissário do café, na cidade de Santos (SP). Na época, em 1928, Pires abriu os primeiros lotes para comercialização. Porém com a crise mundial de 1929, Pires teve de hipotecar áreas do bairro e, dessa forma, a localidade passou por desenvolvimento lento nos últimos anos. Os dados são citados por Iberê Luiz Di Tizio, em sua tese: "Santo André causa toponímica na denominação de seus bairros", apresentada à Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da USP (Universidade de São Paulo), em 2009. Como surgiu o nome? É provável que a denominação toponímica da localidade esteja relacionada, de fato, a Jorge de Barros Pires. Primeiros moradores e habitação Os primeiros moradores a se estabelecerem no bairro vieram de outras partes do Estado e, especialmente, de outras cidades brasileiras. Dessa maneira, nutriam intuito de conquistarem uma vida melhor na região, aproveitando a oportunidade de trabalho nas empresas ao redor. Dados atuais O bairro conta com 10.335 habitantes, segundo dados do anuário de 2015, realizado pela Prefeitura de Santo André, com base em informações do ano de 2014. O levantamento apurou resultados socioeconômicas e populacionais da cidade. Quanto à Vila Pires, desse índice: " 5.487 habitantes (população feminina); " 4.847 habitantes (população masculina); De acordo o anuário constam ainda cerca de 3.708 domicílios particulares permanentes ocupados. E, sobre as informações socioeconômicas, a renda mensal média familiar (per capita) é de R$ 2.188,13. Lembrando que o valor é obtido por meio da soma da quantidade do rendimento individual de cada membro da família e, dessa forma, o resultado é dividido pela quantia de todos os moradores da casa. As faixas etárias e respectivos ...<br><br> *** Vide referências em www.colonia.com.br/referencias/bairros


Colonia Consultoria de Imóveis Ltda
Sala para alugar em R. Primeiro de Maio, Centro, Santo André, SP valor de R$ 900,00 no Lugar Certo  6

Sala
R. Primeiro de Maio, Centro, Santo André, SP

Sala com 60m² de área util, banheiro privativo, ótima localização na Primeiro de Maio, condominio excelente, alta segurança e especializado em empresas. Agende sua visita!!<br><br>Origem e resgate histórico Como na história e origem de muitas cidades, o povoamento pode surgir por meio de vários fatores: ao redor de uma fábrica, fazenda, praça ou de uma estação de trem, como ocorreu, justamente, no Centro de Santo André. Os aspectos históricos da região estão intimamente ligados às primeiras habitações que surgiram nos arredores da estação ferroviária da São Paulo Railway, no caso, a estação de São Bernardo. Esses acontecimentos sucederam de 1867 ao final do século 19. Nesse período, a região central de Santo André ganhava forma e, depois, se tornou um distrito importante da então cidade de São Bernardo. Como surgiu o nome? A partir da primeira década do século 20, a área que hoje compreende o Centro receberia o nome de Distrito de Santo André, integrante do município de São Bernardo. Com a emancipação da cidade, no final dos anos 30, essa região se tornou o Centro do município recém-criado e uma das localidades mais importantes e geradoras de renda e emprego da região. Dessa forma, surgiu a denominação atual. Primeiros moradores e habitação Por volta do final do século 19, as primeiras áreas ao redor da estação ferroviária de São Bernardo começaram a ser povoadas. O Centro, o então bairro da estação, era um caminho de fácil acesso a pontos importantes para a mobilidade na época, como a estrada do Oratório e o Caminho do Pilar, segundo Ademir Medici, autor da obra "Migração, Urbanismo e Cidadania: a história de Santo André contada por seus personagens". As primeiras ruas do bairro, que nasceu às margens da ferrovia, dividiam espaço entre casas e pequenas instalações fabris, especialmente, a partir de 1912. Loteamentos no bairro No século 20, o território que hoje abriga o Centro ganharia o loteamento da Vila Flaquer, o que favoreceu o povoamento local e, consequentemente, a expansão do bairro. Dessa forma, em 1912, verificou-se o surgimento do primeiro conglomerado habitacional operário da região, o que atraiu populações interessadas em se estabelecer naquelas terras. Ainda hoje o Centro da cidade é um espaço dinâmico, repleto de comércio popular diverso, com presença de grandes redes do varejo, mas também abriga imóveis residenciais. Dados atuais Com renda média familiar per capita em torno de R$ 4.017,33, entre as mais altas da cidade, o Centro tem população estimada em 3.788. Desses índices, o bairro conta com cerca de 2.053 mulheres e, no caso, aproximadamente 1.735 homens entre os índices populacionais. Os dados fazem parte do Anuário de 2015, da Prefeitura de Santo André, com base em informações coletadas no ano de 2014. Ainda sobre o perfil populacional abordado no estudo municipal, em relação à escolaridade, a ...<br><br> *** Vide referências em www.colonia.com.br/referencias/bairros


Colonia Consultoria de Imóveis Ltda
Casa, 2 Quartos para alugar em R. Andorra, Vila Francisco Matarazzo, Santo André, SP valor de R$ 1.700,00 no Lugar Certo  11

Casa, 2 Quartos
R. Andorra, Vila Francisco Matarazzo, Santo André, SP

Ótimo imóvel localizado no bairro Vila Francisco Matarazzo com dois dormitórios, dois banheiros, sala, cozinha, área de serviço e uma vaga de garagem. Boa localização, próximo da Rua Columbia e Avenida Martim Francisco. Venha conferir!<br><br>Origem e resgate histórico O bairro Vila FranciscoMatarazzo surgiu em 1950 e atraiu migrantes e operários que decidiram se instalar no local em busca de uma vida melhor. Nesse período, Santo André vivenciava período intenso de ocupação urbana em toda a cidade, como menciona Ademir Medici, em sua obra intitulada: "Migração, Urbanismo e Cidadania: a história de Santo André contada por seus personagens". Vale pontuar que na década de 50, Santo André já havia se emancipado do município de São Bernardo. Essa ruptura sucedeu no ano de 1938. Primeiros moradores e habitação Populações do ABC e de outras localidades se instalaram por lá em busca de uma vida melhor. Boa parte dos primeiros moradores integrava funcionários de baixa renda das empresas ao redor. As primeiras moradias eram compostas por barracos de madeira, de forma improvisada. Porém quando conquistavam recursos, os habitantes substituíam essas moradias por casas tipo alvenaria. Dados atuais O bairro Vila Francisco Matarazzo possui mais de 4.638 habitantes, conforme Anuário de 2015 da Prefeitura de Santo André, com base em dados de 2014. Portanto, desse total de habitantes citado no documento, vale considerar que: " Cerca de aproximadamente 2.166 habitantes - corresponde a quantia de homens; " Cerca de aproximadamente 2.471 habitantes- corresponde a quantia de mulheres; Quanto às informações socioeconômicas obtidas no estudo, é importante destacar que a renda mensal média familiar (per capita) é de R$ 1.708,61. Lembrando que o valor é obtido por meio da quantidade do rendimento individual de cada membro da família e, dessa forma, o resultado é dividido pela quantidade de todos os moradores da casa. O levantamento ainda apurou informações socioeconômicas e populacionais sobre os bairros da cidade do ABC. Observamos ainda as faixas etárias predominantes: " Pessoas com 60 anos ou mais = cerca de 859 habitantes; " Pessoas entre 20 a 29 anos = cerca de 757 habitantes; " Pessoas entre 30 a 39 anos = cerca de 702 habitantes; " Pessoas entre 40 a 49 anos = cerca de 679 habitantes; " Pessoas entre 50 a 59 anos = cerca de 649 habitantes; As demais faixas etárias observadas: " Pessoas entre 15 a 19 anos = cerca de 295 habitantes; " Pessoas entre 10 a 14 anos = cerca de 260 habitantes " Pessoas entre 05 a 09 anos = 219 habitantes; " Pessoas entre 0 a 04 anos = 218 habitantes; Ainda constam no anuário elaborado pela Prefeitura Municipal de Santo André dados sobre o nível de escolaridade da população na Vila Francisco Matarazzo, observe abaixo as informações apuradas: " Sem ins...<br><br> *** Vide referências em www.colonia.com.br/referencias/bairros


Colonia Consultoria de Imóveis Ltda
Sala para alugar em R. Gonçalo Fernandes, Jardim Bela Vista, Santo André, SP valor de R$ 900,00 no Lugar Certo  5

Sala
R. Gonçalo Fernandes, Jardim Bela Vista, Santo André, SP

Ótima sala comercial com vaga de garagemem santo andre,proximo ao centro de santo andre<br><br>Origem e resgate histórico Os primeiros loteamentos e povoamento do bairro ocorreram por volta dos anos 40, precisamente no ano de 1948. Além disso, é importante ressaltar que por se tratar de uma região alta, habitualmente, a população local chamava o Jardim Bela Vista de Morro do Piolho. As informações são citadas por Iberê Luiz Di Tizio em sua tese intitulada "Santo André causa toponímica na denominação de seus bairros", apresentada à Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da USP, no ano de 2009. Como surgiu o nome? Quanto a dados toponímicos, a origem do nome está ligada ao fato de se tratar de uma região a qual de onde pode ser ver uma "bela vista" da cidade do alto do bairro. Como mencionado anteriormente, se trata, de fato, de uma região alta. Primeiros moradores e habitação Os primeiros habitantes do Jardim Bela Vista cultivavam atividades como produção de tijolos e criação de porcos, até os anos 40. Aos domingos também era comum corridas de cavalos pelas ruas do bairro, que contavam com pouco movimentação, facilitando as atividades. Loteamentos no bairro Nos anos 40, os terrenos das chácaras Bastos e Suplicy deram origem aos primeiros loteamentos no bairro Jardim Bela Vista. Além disso, as terras, de modo geral, se localizavam próximas a estradas que seguiam para a estação de trem São Bernardo, um dos locais mais movimentados e importantes de toda região. O Jardim Bela Vista cresceu e, em 1947, surgiram as unidades administrativas da cidade de Santo André. As informações constam na obra de Ademir Medici, "Migração, Urbanismo e Cidadania: a história de Santo André contada por seus personagens." Já nos anos 70, o território se expandiu e adicionou territórios como o sítio Manoel José de Lima e partes das áreas do Jardim Paraíso. Dados atuais O rendimento médio familiar per capita é de R$ 4.017,33, um dos maiores entre os bairros de Santo André, de acordo com informações do Anuário de 2015, segundo informações do Anuário 2015 da Prefeitura de Santo André. .Lembrando que o cálculo é obtido pela soma total de rendimento por cada integrante da família e divisão desse total pela quantia de moradores na residência. O Jardim Bela Vista também conta com cerca de 2.958 domicílios. Além disso, em 2014, a população estimada do bairro era de 7.655 habitantes. Desse índice, as populações se dividem dessa forma: " Feminina: 4.149 habitantes; " Masculina: 3.506 habitantes; A faixa etária com maior quantidade de habitantes corresponde ao grupo com mais de 60 anos (1.719 pessoas). Confira abaixo outros dados, conforme o Anuário municipal: " 1.201 pessoas (entre 40 a 49 anos); " 1.140 pessoas (entre 30 a 39 anos); " 1.134 (entre 50 a 59 anos); " 1.069 (entre 20 a 29 an...<br><br> *** Vide referências em www.colonia.com.br/referencias/bairros


Colonia Consultoria de Imóveis Ltda
Galpão para alugar em R. Jorge Velho, Campestre, Santo André, SP valor de R$ 15.000,00 no Lugar Certo  17

Galpão
R. Jorge Velho, Campestre, Santo André, SP

Excelente imóvel para fins industriais com sillamento industrial, 400m² de área fabril, recepção com banheiro e ar-condicionado, escritóio com ar-condicionado, refeitório, vestiario. Agende sua visita!<br><br>Origem e resgate histórico As primeiras origens do território que hoje compreende o bairro Campestre se localizam no início dos anos 20, do século passado. Lembrando que nessa época, a cidade fazia parte de São Caetano. O município de Santo André foi emancipado no final dos anos 30. A área que atualmente abriga o tradicional bairro Campestre era composta por terras pertencentes ao Nhonhô Maria, que se chamava Antonio Miguel Maria, segundo a obra de Ademir Medici, autor de "Migração, Urbanismo e Cidadania: a história de Santo André contada por seus personagens". Além disso, curiosamente, entre a população de Campestre havia um morador bastante popular na época, especialmente para quem vivia na região de São Caetano. No caso, se tratava do curandeiro Vicente Rodrigues Vieira. Sua propriedade atraída muitas pessoas interessada em seus atendimentos espirituais. Ele morreu nos anos 30, aos 52 anos. Como surgiu o nome? O nome do bairro se originou devido à presença de vegetação e mata que aos poucos deram espaço a loteamentos, em meio à arborização. Um dos intuitos dos primeiros habitantes e loteadores, de fato, eram criar um bairro repleto de casas do campo. Primeiros moradores e habitação Nessa época, a família Pujol realizava loteamentos em várias partes da cidade, inclusive no bairro Campestre. A premissa principal era estabelecer bairros nobres, voltados à camada da sociedade mais escolarizada na época. No período, os Pujol colocaram em prática um sistema de transporte eficaz para aqueles tempos, o bonde a vapor que ligava a região às estações ferroviárias. O objetivo era atrair populações interessadas em se estabelecer por lá. Loteamentos no bairro Ao longo dos anos, o local foi dividido em terrenos nos arredores do rio Tamanduateí. O bairro surgiu como um ponto de passagem de quem se destinava a ir a São Caetano, que juntamente com Santo André fazia parte de São Bernardo. A partir de 1925, data dos primeiros loteamentos, Campestre foi crescendo e se tornou uma das primeiras configurações do cenário urbano da cidade. Além dos loteamentos, surgiram as avenidas D.Pedro 2º e Industrial, um ponto marcante quanto às instalações de empresas na região, como a Black & Decker, como menciona Iberê Luiz di Tizio, em sua tese apresentada à Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da Universidade de São Paulo (USP). Dados atuais Anuário de 2015 da Prefeitura de Santo André aponta que o bairro Campestre conta com mais de 14.906 habitantes, entre mulheres (7.923) e homens (6.983). Além disso, a faixa etária com maior índice populacional compreende habitantes com mais de 60 anos (3.109 habitantes). Em segundo lugar est...<br><br> *** Vide referências em www.colonia.com.br/referencias/bairros


Colonia Consultoria de Imóveis Ltda
Apartamento, 2 Quartos para alugar em Pça. Carlos Abondante, Santa Teresinha, Santo André, SP valor de R$ 1.590,00 no Lugar Certo  26

Apartamento, 2 Quartos
Pça. Carlos Abondante, Santa Teresinha, Santo André, SP

OTIMO IMÓVEL<br><br>Origem e resgate histórico A história do bairro teve início por volta de 1927. E nessa época, o território que hoje compreende a localidade se chamava Torrinha. A origem do bairro Santa Terezinha está bem ligada à instalação do matadouro da família Martinelli e da empresa Rhodia, em 1919, do setor químico. Esses dois fatores foram determinantes para os primeiros loteamentos. Com menos de uma década de existência, o bairro já contava com energia elétrica e também recebeu a primeira agência dos Correios, em 1940. As informações constam na tese de Iberê Luiz Di Tizio: Santo André causa toponímica na denominação de seus bairros, apresentada à Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas, da USP (Universidade de São Paulo), em 2009. Como surgiu o nome? A denominação toponímica foi inspirada na construção da Igreja de Santa Terezinha, um dos grandes marcos do então bairro. Inclusive, a igreja contava com missas em húngaro atendendo a imigrantes da Hungria instalados na região. Primeiros moradores e habitação Os primeiros moradores faziam parte da comunidade eslava, húngara e italiana, mas também havia população proveniente de várias partes da região do ABC, assim como do Estado de São Paulo e do Brasil. Havia ainda migrantes de Socorro, no interior de São Paulo. Porém é importante ressaltar que boa parte da população foi atraída ao local em virtude da presença da Rhodia, como uma oportunidade de renda e emprego. Loteamentos no bairro Os loteamentos iniciais foram estabelecidos pela Sociedade Territorial Estação de São Bernardo. Os primeiros anúncios de vendas de terras traziam condições de pagamento à vista ou em parcelas a serem pagas em até quatro anos, com "prestações mínimas", conforme consta na obra de Di Tizio. O anúncio ainda enfatizava a "valorização das terras". Dados atuais O bairro Santa Terezinha conta com 6.263 habitantes, segundo dados do anuário de 2015, realizado pela Prefeitura de Santo André, com base em informações do ano de 2014. O levantamento apurou resultados socioeconômicas e populacionais sobre os bairros da cidade. Quanto às informações socioeconômicas, a renda mensal média familiar (per capita) é de R$ 1.639,10. Lembrando que o valor é obtido por meio da quantidade do rendimento individual de cada membro da família e, dessa forma, o resultado é dividido pela quantidade de todos os moradores da casa. O anuário ainda aponta as cinco faixas etárias com os maiores índices populacionais observados, conforme os dados colhidos pelo anuário municipal: " Cerca de 1.087 habitantes (grupo de pessoas entre 20 a 29 anos); " Cerca de 1.050 habitantes (grupo de pessoas entre 30 a 39 anos); " Cerca de 1.030 habitantes (grupo de pessoas com 60 anos ou mais); " Cerca de 894 habitantes (grupo de pessoas entre 40 a 49 anos); " Cerca de 723 habitantes (grup...<br><br> *** Vide referências em www.colonia.com.br/referencias/bairros


Colonia Consultoria de Imóveis Ltda
Loja para alugar em R. do Centro, Vila Camilópolis, Santo André, SP valor de R$ 5.700,00 no Lugar Certo  30

Loja
R. do Centro, Vila Camilópolis, Santo André, SP

Excelente imóvel localizado no bairro Vila Camilópolis. O imóvel comercial possui três salões, uma sala, mezanino e dois lavabos. Possui duas casas no fundo sendo uma com sala, cozinha, área de serviço, lavabo, dormitório e suíte. A outra possui um dormitório, suíte e churrasqueira. Possui seis vagas de garagem. Ótima localização. Venha conferir!<br><br>Origem e resgate histórico As primeiras ruas da então Vila Camilópolis surgiram nos anos 20, em 1925. O proprietário das terras era Camilo Pedutti, também loteador da Vila Metalúrgica. Ambas as localidades eram conhecidas por Vila Splendor. Como surgiu o nome? A denominação toponímica é uma auto-homenagem de Camilo. Como resultado disso, houve a junção de Camilo + polis (sufixo que em grego implica em "cidade do Camilo"). As informações são citadas por Iberê Luiz Di Tizio, em sua tese: "Santo André causa toponímica na denominação de seus bairros", apresentada à Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas, da USP (Universidade de São Paulo), em 2009. Primeiros moradores e habitação A população responsável pelo povoamento do bairro Vila Camilópolis é composta por população proveniente de várias partes da região do ABC, assim como do Estado de São Paulo e do Brasil, objetivada a construir uma vida na localidade. Dados atuais A Vila Camilópolis conta com cerca de 17.505 habitantes, segundo dados colhidos pelo do anuário de 2015, realizado pela Prefeitura de Santo André, com base em informações do ano de 2014. O levantamento realizado pela prefeitura apurou resultados socioeconômicos e populacionais sobre os bairros da cidade, num material extenso com informações diversas sobre as localidades. Do índice populacional (17.505 habitantes), observe as informações: " Cerca de 9.242 habitantes se referem à população feminina na localidade; " Cerca de 8.263 habitantes correspondem à população masculina na localidade; Além disso, a Vila Camilópolis conta com cerca de 5.740 domicílios particulares permanentes ocupados, como cita o documento elaborado pela Prefeitura Municipal de Santo André. Quanto às informações socioeconômicas colhidas no documento, a renda mensal média familiar (per capita) é de R$ 1.393,92. Lembrando que o valor é obtido por meio da quantidade do rendimento individual de cada membro da família e, dessa forma, o resultado é dividido pela quantidade de todos os moradores da casa (com ou sem renda). O anuário elaborado pela Prefeitura de Santo André ainda aponta as faixas etárias com os maiores índices populacionais observados, conforme os dados colhidos: " Cerca de 2.973 habitantes (grupo de pessoas entre 20 a 29 anos); " Cerca de 2.790 habitantes (grupo de pessoas com 60 anos ou mais); " Cerca de 2.773 habitantes (grupo de pessoas entre 30 a 39 anos); " Cerca de 2.586 habitantes (grupo de pessoas entre 40 a 49 anos); ...<br><br> *** Vide referências em www.colonia.com.br/referencias/bairros


Colonia Consultoria de Imóveis Ltda
Sala para alugar em R. João Fernandes, Villa Alpina, Santo André, SP valor de R$ 550,00 no Lugar Certo  3

Sala
R. João Fernandes, Villa Alpina, Santo André, SP

Sala comercial em uma ótima localização próximo a figueiras.<br><br>Origem e resgate histórico Bairro surgiu no caminho para São Paulo e passou pelo primeiro loteamento já na década de 20, em 1923. No caso, nessa época Santo André ainda fazia parte do município de São Bernardo, já que a emancipação sucedeu no final dos anos 30. Como surgiu o nome? A denominação com uso do termo "vila" tem inspiração em localidades como os bairros paulistanos Vila Mariana e Vila Madalena, por exemplo. Com o passar do tempo, a denominação foi empregada em bairros populares, bem como, vilas de operários. Essas informações são apontadas a tese de Iberê Luiz Di Tizio, intitulada: "Santo André causa toponímica na denominação de seus bairros", apresentada à Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da USP (Universidade de São Paulo), no ano de 2009. Primeiros moradores e habitação Os primeiros moradores a chegarem ao bairro tinham o objetivo de buscar oportunidade de trabalho nas empresas da região. Vieram populações do ABC, do Estado e de outras partes do Brasil. Loteamentos no bairro José Gonzaga Franco Filho foi o primeiro loteador da localidade, ainda nos anos 20. Décadas mais tarde, nos anos 40 e 50, foram construídos conjuntos habitacionais IAPI (Instituto de Aposentadorias e Pensões dos Industriários). Essas habitações foram vendidas a operários que chegaram ao bairro em busca de trabalho na área industrial. Dados atuais A população da Vila Alpina é estimada em mais de 1.663 habitantes, conforme informações do anuário de 2015, realizado pela Prefeitura de Santo André, com base em dados do ano de 2014. O levantamento apurou informações socioeconômicas e populacionais sobre os bairros da cidade. E, com base nos dados obtidos no anuário municipal, observamos que a população se divide dessa forma: " 884 pessoas (corresponde à população feminina); " 779 pessoas (corresponde à população masculina); As três faixas etárias com maior índice populacional, conforme os dados colhidos pelo anuário são as seguintes: " 347 habitantes (grupo de pessoas com 60 anos ou mais); " 256 habitantes (grupo de pessoas entre 30 a 39 anos); " 255 habitantes (grupo de pessoas entre 40 a 49 anos); " 246 habitantes (grupo de pessoas entre 20 a 29 anos); Em todo caso, as demais faixas etárias observadas: " 237 habitantes (grupo de pessoas entre 50 a 59 anos); " 90 habitantes (grupo de pessoas entre 15 a 19 anos); " 82 habitantes (grupo de pessoas entre 10 a 14 anos); " 75 habitantes (grupo de pessoas entre 0 a 04 anos); " 74 habitantes (grupo de pessoas entre 05 a 09 anos); Quanto às informações socioeconômicas, a renda mensal média familiar (per capita) é de R$ 3.464,06. Lembrando que o valor é obtido por meio da quantidade do rendimento individual de cada...<br><br> *** Vide referências em www.colonia.com.br/referencias/bairros


Colonia Consultoria de Imóveis Ltda
Casa, 3 Quartos para alugar em R. Itapemirim, Parque João Ramalho, Santo André, SP valor de R$ 1.400,00 no Lugar Certo  16

Casa, 3 Quartos
R. Itapemirim, Parque João Ramalho, Santo André, SP

Casa com 3 quartos, sala, cozinha, 1 banheiro, área de serviço, 1 comodo em baixo com 1 quarto, 1 banheiro, podendo ser usado de 4 quarto, 1 vaga de garage coberta, próximo ao comércio e de fácil acesso, agende a sua visita!<br><br>Origem e resgate histórico O bairro nasceu por volta de 1956. O território que hoje compreende o Parque João Ramalho fazia parte das terras integrantes do sítio Jaçatuba, pertencente a José Barbosa Ortiz, como pontua Iberê Luiz Di Tizio, em sua tese: Santo André causa toponímica na denominação de seus bairros, apresentada à Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da USP (Universidade de São Paulo), em 2009. Como surgiu o nome? O nome dado ao bairro presta homenagem a João Ramalho, explorador português que conviveu pacificamente entre grupos indígenas, no século 16. Ele estreitou laços com o famoso cacique Tibiriçá, liderança indígena que se tornou famosa desde a colonização europeia. João Ramalho fundou Santo André da Borda do Campo, em 1853. De fato, se trata do fundador do território que hoje abriga a cidade. Primeiros moradores e habitação O bairro é composto por população proveniente de várias partes da região do ABC, assim como do Estado de São Paulo e do Brasil. Loteamentos no bairro O processo de urbanização no bairro teve início já nos anos 50, a partir dos primeiros loteamentos. Em 1955, o então sítio foi loteado em três partes, uma delas compreende o bairro atualmente. Dados atuais O bairro conta com 15.726 habitantes, segundo dados do anuário de 2015, realizado pela Prefeitura de Santo André, com base em informações do ano de 2014. O levantamento apurou resultados socioeconômicas e populacionais sobre os bairros da cidade. Quanto às informações socioeconômicas, a renda mensal média familiar (per capita) é de R$ 1.641,67. Lembrando que o valor é obtido por meio da quantidade do rendimento individual de cada membro da família e, dessa forma, o resultado é dividido pela quantidade de todos os moradores da casa. As faixas etárias e respectivos índices populacionais, conforme os dados colhidos pelo anuário, são as seguintes: " 2.383 habitantes (grupo de pessoas com 60 anos ou mais); " 2.709 habitantes (grupo de pessoas entre 20 a 29 anos); " 2.359 habitantes (grupo de pessoas entre 30 a 39 anos); Em todo caso, as demais faixas etárias observadas: " 2.361 habitantes (grupo de pessoas entre 40 a 49 anos); " 2.019 habitantes (grupo de pessoas entre 50 a 59 anos); " 1.090 habitantes (grupo de pessoas entre 15 a 19 anos); " 1.036 habitantes (grupo de pessoas entre 10 a 14 anos); " 909 habitantes (grupo de pessoas entre 05 a 09 anos); " 858 habitantes (grupo de pessoas entre 0 a 04 anos); O levantamento ainda traz informações sobre o nível de escolaridade da população residente. Confira abaixo as informações: o Sem instrução ou ensino fund...<br><br> *** Vide referências em www.colonia.com.br/referencias/bairros


Colonia Consultoria de Imóveis Ltda
Apartamento, 2 Quartos para alugar em R. Capuchinhos, Villa Alpina, Santo André, SP valor de R$ 1.350,00 no Lugar Certo  12

Apartamento, 2 Quartos
R. Capuchinhos, Villa Alpina, Santo André, SP

Excelente apartamento Vila Alpina/ SA- 2 dormitórios com planejados, sala ampla com sacada, cozinha planejada, wc social, área de serviço, garagem para 1 veiculo. Condominio com playground, salão de festas, churrasqueira e academia! Venha conferir!!!!<br><br>Origem e resgate histórico Bairro surgiu no caminho para São Paulo e passou pelo primeiro loteamento já na década de 20, em 1923. No caso, nessa época Santo André ainda fazia parte do município de São Bernardo, já que a emancipação sucedeu no final dos anos 30. Como surgiu o nome? A denominação com uso do termo "vila" tem inspiração em localidades como os bairros paulistanos Vila Mariana e Vila Madalena, por exemplo. Com o passar do tempo, a denominação foi empregada em bairros populares, bem como, vilas de operários. Essas informações são apontadas a tese de Iberê Luiz Di Tizio, intitulada: "Santo André causa toponímica na denominação de seus bairros", apresentada à Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da USP (Universidade de São Paulo), no ano de 2009. Primeiros moradores e habitação Os primeiros moradores a chegarem ao bairro tinham o objetivo de buscar oportunidade de trabalho nas empresas da região. Vieram populações do ABC, do Estado e de outras partes do Brasil. Loteamentos no bairro José Gonzaga Franco Filho foi o primeiro loteador da localidade, ainda nos anos 20. Décadas mais tarde, nos anos 40 e 50, foram construídos conjuntos habitacionais IAPI (Instituto de Aposentadorias e Pensões dos Industriários). Essas habitações foram vendidas a operários que chegaram ao bairro em busca de trabalho na área industrial. Dados atuais A população da Vila Alpina é estimada em mais de 1.663 habitantes, conforme informações do anuário de 2015, realizado pela Prefeitura de Santo André, com base em dados do ano de 2014. O levantamento apurou informações socioeconômicas e populacionais sobre os bairros da cidade. E, com base nos dados obtidos no anuário municipal, observamos que a população se divide dessa forma: " 884 pessoas (corresponde à população feminina); " 779 pessoas (corresponde à população masculina); As três faixas etárias com maior índice populacional, conforme os dados colhidos pelo anuário são as seguintes: " 347 habitantes (grupo de pessoas com 60 anos ou mais); " 256 habitantes (grupo de pessoas entre 30 a 39 anos); " 255 habitantes (grupo de pessoas entre 40 a 49 anos); " 246 habitantes (grupo de pessoas entre 20 a 29 anos); Em todo caso, as demais faixas etárias observadas: " 237 habitantes (grupo de pessoas entre 50 a 59 anos); " 90 habitantes (grupo de pessoas entre 15 a 19 anos); " 82 habitantes (grupo de pessoas entre 10 a 14 anos); " 75 habitantes (grupo de pessoas entre 0 a 04 anos); " 74 habitantes (grupo de pessoas entre 05 a 09 ano...<br><br> *** Vide referências em www.colonia.com.br/referencias/bairros


Colonia Consultoria de Imóveis Ltda
Sala para alugar em R. Siqueira Campos, Centro, Santo André, SP valor de R$ 2.500,00 no Lugar Certo  10

Sala
R. Siqueira Campos, Centro, Santo André, SP

Sala comercial com espaço para 04 salas com divisão drywall. Ótima localização. Agende sua visita!<br><br>Origem e resgate histórico Como na história e origem de muitas cidades, o povoamento pode surgir por meio de vários fatores: ao redor de uma fábrica, fazenda, praça ou de uma estação de trem, como ocorreu, justamente, no Centro de Santo André. Os aspectos históricos da região estão intimamente ligados às primeiras habitações que surgiram nos arredores da estação ferroviária da São Paulo Railway, no caso, a estação de São Bernardo. Esses acontecimentos sucederam de 1867 ao final do século 19. Nesse período, a região central de Santo André ganhava forma e, depois, se tornou um distrito importante da então cidade de São Bernardo. Como surgiu o nome? A partir da primeira década do século 20, a área que hoje compreende o Centro receberia o nome de Distrito de Santo André, integrante do município de São Bernardo. Com a emancipação da cidade, no final dos anos 30, essa região se tornou o Centro do município recém-criado e uma das localidades mais importantes e geradoras de renda e emprego da região. Dessa forma, surgiu a denominação atual. Primeiros moradores e habitação Por volta do final do século 19, as primeiras áreas ao redor da estação ferroviária de São Bernardo começaram a ser povoadas. O Centro, o então bairro da estação, era um caminho de fácil acesso a pontos importantes para a mobilidade na época, como a estrada do Oratório e o Caminho do Pilar, segundo Ademir Medici, autor da obra "Migração, Urbanismo e Cidadania: a história de Santo André contada por seus personagens". As primeiras ruas do bairro, que nasceu às margens da ferrovia, dividiam espaço entre casas e pequenas instalações fabris, especialmente, a partir de 1912. Loteamentos no bairro No século 20, o território que hoje abriga o Centro ganharia o loteamento da Vila Flaquer, o que favoreceu o povoamento local e, consequentemente, a expansão do bairro. Dessa forma, em 1912, verificou-se o surgimento do primeiro conglomerado habitacional operário da região, o que atraiu populações interessadas em se estabelecer naquelas terras. Ainda hoje o Centro da cidade é um espaço dinâmico, repleto de comércio popular diverso, com presença de grandes redes do varejo, mas também abriga imóveis residenciais. Dados atuais Com renda média familiar per capita em torno de R$ 4.017,33, entre as mais altas da cidade, o Centro tem população estimada em 3.788. Desses índices, o bairro conta com cerca de 2.053 mulheres e, no caso, aproximadamente 1.735 homens entre os índices populacionais. Os dados fazem parte do Anuário de 2015, da Prefeitura de Santo André, com base em informações coletadas no ano de 2014. Ainda sobre o perfil populacional abordado no estudo municipal, em relação à escolaridade, a maior parte dos habitantes do Centro tem ensino superior completo, o que r...<br><br> *** Vide referências em www.colonia.com.br/referencias/bairros


Colonia Consultoria de Imóveis Ltda
Casa, 2 Quartos para alugar em R. São Gerônimo, Jardim Bela Vista, Santo André, SP valor de R$ 2.300,00 no Lugar Certo  23

Casa, 2 Quartos
R. São Gerônimo, Jardim Bela Vista, Santo André, SP

EXCELENTE SOBRADO COM DUAS SUÍTES,SALA,COZINHA AMERICANA,ÁREA DE SERVIÇO E LAVABO.1 VAGA DE GARAGEM,PARA FINS COMERCIAIS OU RESIDENCIAIS.PRÓXIMO A AVENIDA PORTUGAL NO JD.BELA VISTA. " É JUSTAMENTE A POSSIBILIDADE DE REALIZAR UM SONHO QUE TORNA A VIDA INTERESSANTE" PAULO COELHO.<br><br>Origem e resgate histórico Os primeiros loteamentos e povoamento do bairro ocorreram por volta dos anos 40, precisamente no ano de 1948. Além disso, é importante ressaltar que por se tratar de uma região alta, habitualmente, a população local chamava o Jardim Bela Vista de Morro do Piolho. As informações são citadas por Iberê Luiz Di Tizio em sua tese intitulada "Santo André causa toponímica na denominação de seus bairros", apresentada à Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da USP, no ano de 2009. Como surgiu o nome? Quanto a dados toponímicos, a origem do nome está ligada ao fato de se tratar de uma região a qual de onde pode ser ver uma "bela vista" da cidade do alto do bairro. Como mencionado anteriormente, se trata, de fato, de uma região alta. Primeiros moradores e habitação Os primeiros habitantes do Jardim Bela Vista cultivavam atividades como produção de tijolos e criação de porcos, até os anos 40. Aos domingos também era comum corridas de cavalos pelas ruas do bairro, que contavam com pouco movimentação, facilitando as atividades. Loteamentos no bairro Nos anos 40, os terrenos das chácaras Bastos e Suplicy deram origem aos primeiros loteamentos no bairro Jardim Bela Vista. Além disso, as terras, de modo geral, se localizavam próximas a estradas que seguiam para a estação de trem São Bernardo, um dos locais mais movimentados e importantes de toda região. O Jardim Bela Vista cresceu e, em 1947, surgiram as unidades administrativas da cidade de Santo André. As informações constam na obra de Ademir Medici, "Migração, Urbanismo e Cidadania: a história de Santo André contada por seus personagens." Já nos anos 70, o território se expandiu e adicionou territórios como o sítio Manoel José de Lima e partes das áreas do Jardim Paraíso. Dados atuais O rendimento médio familiar per capita é de R$ 4.017,33, um dos maiores entre os bairros de Santo André, de acordo com informações do Anuário de 2015, segundo informações do Anuário 2015 da Prefeitura de Santo André. .Lembrando que o cálculo é obtido pela soma total de rendimento por cada integrante da família e divisão desse total pela quantia de moradores na residência. O Jardim Bela Vista também conta com cerca de 2.958 domicílios. Além disso, em 2014, a população estimada do bairro era de 7.655 habitantes. Desse índice, as populações se dividem dessa forma: " Feminina: 4.149 habitantes; " Masculina: 3.506 habitantes; A faixa etária com maior quantidade de habitantes corresponde ao grupo com mais de 60 anos (1.719 pessoas). Confira abaixo outros d...<br><br> *** Vide referências em www.colonia.com.br/referencias/bairros


Colonia Consultoria de Imóveis Ltda
Sala para alugar em Av. Dom Pedro I, Vila América, Santo André, SP valor de R$ 1.100,00 no Lugar Certo  8

Sala
Av. Dom Pedro I, Vila América, Santo André, SP

Excelente Sala Comercial localizada no bairro Vila América. Possui banheiro privativo. Próximo da Avenida Firestone e Avenida Santos Dummont. Venha conferir!<br><br>Origem e resgate histórico O bairro nasceu, de fato, no final dos anos 20, em 1928. No caso, cerca de 10 anos da emancipação de Santo André em relação ao município de São Bernardo, em 1938. O território que hoje compreende a localidade tinha como proprietária a família Gazelli, que veio da Itália por volta de 1883. Benigno foi o primeiro integrante da família a comprar terras na cidade. As informações estão contidas na tese de Iberê Luiz Di Tizio, "Santo André causa toponímica na denominação de seus bairro", apresentada à Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da USP (Universidade de São Paulo), em 2009. Como surgiu o nome? É provável Américo seja o nome do avó de Benigno, o que justifica a denominação empregada ao bairro. Primeiros moradores e habitação Os primeiros habitantes integravam grupos de imigrantes, bem como, havia presença de populações da região do ABC, de cidades paulistas e brasileiras, de forma geral. Loteamentos no bairro Os primeiros loteamentos ocorreram nos anos 20 e nas décadas seguintes o território do bairro teve crescimento, por conta da junção a outros bairros que passaram a integrar a Vila América, como a Vila Pedroso, o Jardim Bueno, entre outros. Dados atuais O bairro conta com 4.535 habitantes, segundo dados do anuário de 2015, realizado pela Prefeitura de Santo André, com base em informações colhidas no ano de 2014. O levantamento apurou informações socioeconômicas e populacionais sobre os bairros da cidade. Desse índice, cerca de 2.369 habitantes correspondem à população feminina, bem como, 2.166 habitantes correspondem à população masculina. Além disso, a Vila América conta com cerca de 1.571 domicílios permanentes, aponta o levantamento. Quanto às informações socioeconômicas obtidas no estudo, vale destacar que a renda mensal média familiar (per capita) é de R$ 1.600,12. Lembrando que o valor é obtido por meio da quantidade do rendimento individual de cada membro da família e, dessa forma, o resultado é dividido pela quantidade de todos os moradores da casa, incluindo as pessoas sem renda fixa mensal. Além dessas informações obtidas na pesquisa, o anuário ainda revela as faixas etárias predominantes e respectivos índices populacionais correspondentes: " 795 habitantes (grupo de pessoas entre 20 a 29 anos); " 734 habitantes (grupo de pessoas entre 30 a 39 anos); " 707 habitantes (grupo de pessoas entre 40 a 49 anos); " 627 habitantes (grupo de pessoas com 60 anos ou mais); As demais faixas etárias observadas no estudo: " 579 habitantes (grupo de pessoas entre 50 a 59 anos); " 313 habitantes (grupo de pessoas entre 15 a 19 anos); " 282 habitantes (grupo de pessoas entre 10 a ...<br><br> *** Vide referências em www.colonia.com.br/referencias/bairros


Colonia Consultoria de Imóveis Ltda
Sala para alugar em Av. Itamarati, Vila Curuçá, Santo André, SP valor de R$ 990,00 no Lugar Certo  5

Sala
Av. Itamarati, Vila Curuçá, Santo André, SP

Excelente sala comercial de 28m² localizada no bairro Vila Curuça com um banheiro privativo. Ótima localização próximo de comércios em geral e fácil acesso ao centro de Santo André. Venha conferir!<br><br>Origem e resgate histórico O território que hoje compreende o bairro Vila Curuçá integrava as terras do então Sítio Jaçatuba, pertencente a João José Barbosa Ortiz. No ano de 1915, Erasmo Assumpção, então loteador do bairro, comprou, em 1915, as terras que atualmente integram a Vila Curuçá. Assumpção era industrial e banqueiro, inclusive, um dos proprietários do Banco Comercial de São Paulo, no ano de 1912. Erasmo ainda adquiriu outras terras em Santo André. As informações constam na tese de Iberê Luiz Di Tizio: "Santo André causa toponímica na denominação de seus bairros", apresentada à Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas, da USP (Universidade de São Paulo), em 2009. Como surgiu o nome? Curuçá era o nome do cavalo de grande estima para Erasmo Assumpção. Dessa forma, justifica-se a denominação. Primeiros moradores e habitação Vale pontuar que os primeiros moradores da Vila Curuçá, de fato, vieram de regiões de toda a região do ABC, assim como do Estado de São Paulo e demais cidades brasileiras. Os primeiros loteamentos surgiram em 1928. Dados atuais O bairro Vila Curuçá conta com cerca de 11.557 habitantes, segundo dados colhidos pelo do anuário de 2015, realizado pela Prefeitura de Santo André, com base em informações do ano de 2014. O levantamento realizado pela prefeitura apurou resultados socioeconômicos e populacionais sobre os bairros da cidade, num material extenso com informações diversas sobre as localidades. Do índice populacional (11.557 habitantes): " 6.030 habitantes se referem à população feminina; " 5.527 habitantes correspondem à população masculina; " Além disso, a Vila Curuçá conta com 3.894 domicílios particulares permanentes ocupados, como cita o documento; Quanto às informações socioeconômicas, a renda mensal média familiar (per capita) é de R$ 1.641,67. Lembrando que o valor é obtido por meio da quantidade do rendimento individual de cada membro da família e, dessa forma, o resultado é dividido pela quantidade de todos os moradores da casa. O anuário elaborado pela Prefeitura de Santo André ainda aponta as faixas etárias predominantes observadas, conforme os dados colhidos pelo anuário municipal: " Cerca de 1.992 habitantes (grupo de pessoas entre 20 a 29 anos); " Cerca de 1.752 habitantes (grupo de pessoas com 60 anos ou mais); " Cerca de 1.736 habitantes (grupo de pessoas entre 40 a 49 anos); " Cerca de 1.734 habitantes (grupo de pessoas entre 30 a 39 anos); " Cerca de 1.484 habitantes (grupo de pessoas entre 50 a 59 anos); Observe ainda as demais faixas etárias apuradas: " Cerca de 801 habitantes (grupo de pessoas entre 15 a 19 anos);...<br><br> *** Vide referências em www.colonia.com.br/referencias/bairros


Colonia Consultoria de Imóveis Ltda
Sala para alugar em Av. João Ramalho, Vila Assunção, Santo André, SP valor de R$ 2.000,00 no Lugar Certo  19

Sala
Av. João Ramalho, Vila Assunção, Santo André, SP

Sala comercial para locação, e região nobre de Santo André, com sacada, prédio novo com 52,14 de área útil, 2 banheiros, 2 vagas de garagem, próximo ao hospital Santa Casa e a padaria Brasileira, venha conhecer e aproveite esta oportunidade!<br><br>Origem e resgate histórico Após os primeiros loteamentos da Vila Alzira ainda no século 20, seria a vez da Vila Assunção iniciar sua história, em 1925. A área que compreende o bairro pertencia à localidade Vila Ipiranguinha, segundo a tese de Iberê Luiz Di Tizio: Santo André causa toponímica na denominação de seus bairros, apresentada à Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas, da USP (Universidade de São Paulo), em 2009. Como surgiu o nome? É provável que a denominação toponímica tenha ligação com nomes de familiares de proprietários e/ou loteadores da localidade. Primeiros moradores e habitação Vale pontuar que os primeiros moradores da Vila Assunção, de fato, vieram de localidades de toda a região do ABC, assim como do Estado de São Paulo e demais cidades brasileiras. Porém a população que contribuiu para o povoamento do bairro ainda era composta por trabalhadores da fábrica Ipiranguinha, muitos dos quais imigrantes italianos. Por influência dessa comunidade italiana, a Vila Assunção ganhou eventos populares como a dos Napolitanos e do Divino. Dados atuais O bairro conta com cerca de 14.836 habitantes, segundo dados colhidos pelo do anuário de 2015, realizado pela Prefeitura de Santo André, com base em informações do ano de 2014. O levantamento realizado pela prefeitura apurou resultados socioeconômicos e populacionais sobre os bairros da cidade, num material extenso com informações diversas sobre as localidades. Do índice populacional (14.836 habitantes): " 7.942 habitantes se referem à população feminina; " 6.894 habitantes correspondem à população masculina; " Além disso, a Vila Assunção conta com 5.476 domicílios particulares permanentes ocupados, como cita o documento; Quanto às informações socioeconômicas, a renda mensal média familiar (per capita) é de R$ 3.778,56, uma das mais altas entre os bairros da cidade. Lembrando que o valor é obtido por meio da quantidade do rendimento individual de cada membro da família e, dessa forma, o resultado é dividido pela quantidade de todos os moradores da casa. O anuário elaborado pela Prefeitura de Santo André ainda aponta as faixas etárias com os maiores índices populacionais observados, conforme os dados colhidos pelo anuário municipal: " Cerca de 2.943 habitantes (grupo de pessoas com 60 anos ou mais); " Cerca de 2.309 habitantes (grupo de pessoas entre 30 a 39 anos); " Cerca de 2.321 habitantes (grupo de pessoas entre 40 a 49 anos); " Cerca de 2.138 habitantes (grupo de pessoas entre 20 a 29 anos); As demais faixas etárias observadas: " Cerca de 1.980 habitantes (grupo de pessoa...<br><br> *** Vide referências em www.colonia.com.br/referencias/bairros


Colonia Consultoria de Imóveis Ltda
Casa Comercial para alugar em Av. Portugal, Centro, Santo André, SP valor de R$ 21.000,00 no Lugar Certo  26

Casa Comercial
Av. Portugal, Centro, Santo André, SP

Predio comercial para locação, perfeito para bancos, antigo Itaú Personalité, localização em zona nobre em santo andré, agende sua visita! ¿É justamente a possibilidade de realizar um sonho que torna a vida interessante¿ Paulo Coelho.<br><br>Origem e resgate histórico Como na história e origem de muitas cidades, o povoamento pode surgir por meio de vários fatores: ao redor de uma fábrica, fazenda, praça ou de uma estação de trem, como ocorreu, justamente, no Centro de Santo André. Os aspectos históricos da região estão intimamente ligados às primeiras habitações que surgiram nos arredores da estação ferroviária da São Paulo Railway, no caso, a estação de São Bernardo. Esses acontecimentos sucederam de 1867 ao final do século 19. Nesse período, a região central de Santo André ganhava forma e, depois, se tornou um distrito importante da então cidade de São Bernardo. Como surgiu o nome? A partir da primeira década do século 20, a área que hoje compreende o Centro receberia o nome de Distrito de Santo André, integrante do município de São Bernardo. Com a emancipação da cidade, no final dos anos 30, essa região se tornou o Centro do município recém-criado e uma das localidades mais importantes e geradoras de renda e emprego da região. Dessa forma, surgiu a denominação atual. Primeiros moradores e habitação Por volta do final do século 19, as primeiras áreas ao redor da estação ferroviária de São Bernardo começaram a ser povoadas. O Centro, o então bairro da estação, era um caminho de fácil acesso a pontos importantes para a mobilidade na época, como a estrada do Oratório e o Caminho do Pilar, segundo Ademir Medici, autor da obra "Migração, Urbanismo e Cidadania: a história de Santo André contada por seus personagens". As primeiras ruas do bairro, que nasceu às margens da ferrovia, dividiam espaço entre casas e pequenas instalações fabris, especialmente, a partir de 1912. Loteamentos no bairro No século 20, o território que hoje abriga o Centro ganharia o loteamento da Vila Flaquer, o que favoreceu o povoamento local e, consequentemente, a expansão do bairro. Dessa forma, em 1912, verificou-se o surgimento do primeiro conglomerado habitacional operário da região, o que atraiu populações interessadas em se estabelecer naquelas terras. Ainda hoje o Centro da cidade é um espaço dinâmico, repleto de comércio popular diverso, com presença de grandes redes do varejo, mas também abriga imóveis residenciais. Dados atuais Com renda média familiar per capita em torno de R$ 4.017,33, entre as mais altas da cidade, o Centro tem população estimada em 3.788. Desses índices, o bairro conta com cerca de 2.053 mulheres e, no caso, aproximadamente 1.735 homens entre os índices populacionais. Os dados fazem parte do Anuário de 2015, da Prefeitura de Santo André, com base em informações coletadas no ano de 2014. Ainda sobre o perfil populaci...<br><br> *** Vide referências em www.colonia.com.br/referencias/bairros